Doenças em inglês

Doenças em inglês são um dos temas que, apesar de desagradável, pode se mostrar uma ferramenta comunicativa bastante interessante para a língua.

Disease, health problems e illness são as nomenclaturas mais comuns para se referir a este assunto.

Quem nunca conversou sobre uma dor que estava sentindo ou sobre alguém da família que não ia tão bem de saúde? Acho que todos nós.

Por isso, é importante pensar como podem também acontecer esses diálogos sobre doenças em inglês e como aprender a falar sobre dores nesse idioma.

Até porque, esse é o tipo de vocabulário que pode salvar a sua vida e a vida de muita gente ao redor, em um momento de necessidade.

As doenças são constantemente associadas à condições médicas que possuem sintomas e sinais específicos, isso faz com que ganhem nomes próprios, que vamos aprender por aqui.

Além disso, também vamos conhecer algumas doenças e condições psicológicas em inglês, e, muitas expressões idiomáticas, como por exemplo doenças crônicas, doenças cardiovasculares, doenças graves em inglês. Vamos começar?

Lista de doenças em inglês com tradução em português

Abaixo estarão listadas algumas doenças em inglês com tradução em português.

Skin desorders são os problemas na pele, como acne, vermelhidão e dermatite(Foto: depositphotos)

Skin desorders – Problemas epiteliais (na pele)

  • Skin irritation – irritação na pele
  • Skin inflammation – inflamação na pele
  • Redness – vermelhidão
  • Swelling – inchaço
  • Rash – erupção cutânea
  • Dermatitis – dermatite
  • Itchy skin – comichão na pele
  • Itching – coceira
  • Acne – acne
  • Pimple – espinha
  • Blister – bolha
  • Burn – queimadura
  • Scar – cicatriz
  • Scratch – arranhão
  • Corn – calo
  • Wart – verruga
  • Eczema  – eczema
  • Psoriasis – psoríase.

Hair problems – Problemas capilares

  • Dandruff – caspa
  • Split ends – pontas duplas
  • Thinning hair – cabelo ralo
  • Hair loss – perda de cabelo
  • Baldness – calvice.

Eye conditions – problemas na visão

  • Nearsightedness – miopia
  • Farsightedness – hipermetropia
  • Astigmatism – astigmatismo
  • Crossed eyes – olhos cruzados
  • Conjunctivitis – conjuntivite
  • Sty – terçol
  • Retinal detachment – deslocamento de retina
  • Cataract – catarata
  • Glaucoma – glaucoma
  • Blindness – cegueira
  • Color-blindness – daltonismo.

Ear conditions – problemas auditivos

  • Wax blockage – bloqueio de cera
  • Hearing loss – perda de audição
  • Earache – dor de ouvido
  • Ruptured eardrum – tímpano rompido
  • Otitis – otite
  • Inflammation of the ear – inflamação do ouvido.

Nose, throat and lungs – Nariz, garganta e pulmões

  • Nosebleed – sangramento nasal
  • Runny nose – nariz escorrendo
  • Stuffy nose – nariz entupido
  • Rhinitis – rinite
  • Allergic rhinitis – rinite alérgica
  • Hay fever – febre dos fenos
  • Sinusites – sinusite
  • A cold – resfriado
  • Tonsillitis – amigdalite
  • Pharyngitis – faringite
  • Laryngitis – laringite
  • Bronchitis – bronquite
  • Pneumonia – pneumonia
  • Asthma – asma.

Heart and circulation deseases – Doenças cardíacas e circulatórias

  • Atherosclerosis – Aterosclerose
  • Hypertension – hipertensão
  • High blood pressure – pressão alta
  • Heart disease – doença cardíaca
  • Coronary heart disease – doença coronariana
  • Coronary thrombosis – trombose coronária
  • Heart failure – insuficiência cardíaca
  • Heart attack – ataque cardíaco
  • Cardiac arrest – parada cardíaca
  • Congenital heart disease – doença cardíaca congênita
  • Varicose veins – varizes
  • Thrombophlebitis – tromboflebite.

Blood deseases – Doenças sanguíneas

  • Anemia – anemia
  • Bleeding – sangramento
  • Internal bleeding – sangramento interno
  • Hemorrhage – hemorragia
  • Hemofilia – hemofilia
  • Leukemia – leucemia.

Brain and nervous system – Cabeça e sistema nervoso

  • Headache – dor de cabeça
  • Migraine – enxaqueca
  • Dizziness – tontura
  • Giddiness – vertigem
  • Vertigo – vertigem
  • Neuralgia – neuralgia
  • Meningitis – meningite
  • Epilepsy – epilepsia
  • Convulsions – convulsões
  • Seizure – apreensão
  • Stroke – acidente vascular encefálico
  • Paralysis – paralisia
  • Cerebral palsy – paralisia cerebral
  • Dementia – demência.

Nutrition – Nutrição

  • Vitamin deficiency – deficiência de vitaminas
  • Mineral deficiency – deficiência mineral
  • Obesity – obesidade
  • To be overweight – estar acima do peso
  • Weight loss – perda de peso
  • Anorexia – anorexia
  • Bulimia – bulimia.

Stomach, intestines – Estômago e intestino

  • Heartburn – azia
  • Indigestion – indigestão
  • Dyspepsia – dispepsia
  • Upset stomach – estômago hostil
  • Diarrhea – diarreia
  • Nausea – náusea
  • Vomiting – vômito
  • Gastrits – gastrite
  • Ulcer – úlcera
  • Gastroenterites – gastroenterite
  • Colitis – colite
  • Constipation – prisão de ventre
  • Appendicitis – apendicite
  • Hemorrhoids – hemorroidas
  • Dysentery – disenteria
  • Cholera – cólera.

Liver – Fígado

  • Hepatits – hepatite
  • Jaundice  – icterícia
  • Cirrhosis – cirrose.

Kidneys, urinary bladder – Rins e bexiga urinária

  • Pyelonephritis – pielonefrite
  • Kidney stones – pedra nos rins
  • Cystitis – cistite.

Bones, joints – Ossos e articulações

  • Backache / back pain – dor nas costas
  • Scoliosis – escoliose
  • Osteoporosis – osteoporose
  • Arthritis – artrite.

Muscles – Músculos

  • Muscle spasm – espasmo muscular
  • Muscle cramp – cãibra muscular
  • Muscular dystrophy – distrofia muscular
  • Hernia – hérnia.

Injuries – Lesões

  • Injury – lesão
  • Wound – ferida
  • Hand injury – lesão na mão
  • Knee injury – lesão no joelho
  • Foot injury – lesão no pé
  • Head injury – lesão na cabeça
  • Contusion – contusão
  • Fracture – fratura
  • Fractured bone – osso fraturado
  • Slipped disc – disco deslizado
  • Prolapsed disc – disco prolapsado
  • Dislocation – luxação
  • Sprain – entorse
  • Sprained ankle – tornozelo torcido
  • Pulled muscle – músculo puxado
  • Bruise – hematoma.

General infections, systemic infections – Infecções gerais, sistêmicas

  • The flu – gripe
  • Tuberculosis – tuberculose
  • Tetanus – tétano
  • Rabies – raiva
  • Yellow fever – febre amarela
  • Typhoid – tifoide
  • Smallpox – varíola
  • Anthrax – antraz
  • Leprosy – lepra.

Infectious diseases – Doenças infecciosas

  • Measles – sarampo
  • Ubella  – rubéola
  • German measles – sarampo alemão
  • Mumps – caxumba
  • Whooping cough – coqueluche
  • Pertussis – coqueluche
  • Diphtheria – difteria
  • Pólio – poliomelite
  • Chicken pox – catapora
  • Scarlet fever – escarlatina.
Menina com catapora
Chicken pox, catapora em inglês, é um tipo de doença infecciosa (Foto: depositphotos)

Infestations, parasites – Infestações, parasitas

  • Tapeworm – tênia
  • Hookworm – ancilostomose
  • Roundworm – lombriga
  • Scabies – sarna
  • Lice – piolho
  • Fleas – pulga
  • Ticks – carrapato
  • Malaria – malária.

Hormonal disorders – Distúrbios hormonais

  • Diabetes – diabetes
  • Disorders of the pituitary gland – distúrbios da glândula pituitária
  • Disorders of the thyroid gland – distúrbios da glândula tireoide.

Oncology – Oncologia

  • Benign tumor – tumor benigno
  • Malignant tumor – tumor maligno
  • Cancer – câncer
  • Lung câncer – câncer de pulmão
  • Breast cancer – câncer de mama
  • Stomach cancer – câncer de estômago
  • Skin cancer – câncer de pele.

Mental disorders – Transtornos mentais, desordens mentais

  • Depression – depressão
  • Phobia – fobia
  • Schizophrenia – esquizofrenia.

Addictions – Vícios

  • Alcohol abuse – abuso de álcool
  • Alcohol addiction – dependência de álcool
  • Drug abuse – abuso de drogas
  • Drug addiction – dependência de drogas.

Mas é preciso que você fique atento, pois, algumas palavras estão listadas não por serem doenças, mas, meros sintomas que manifestam que algo não está legal conosco.

Outras palavras foram citadas nesse texto por constarem na tabela da Organização Mundial de Saúde (OMS) como alterações do que é considerado “normal” para o estado de saúde humano.

Mas, atualmente, seria preconceituoso tratar algumas condições como doenças devido à evolução da ciência para seus tratamentos e da evolução social.

Como falar sobre doenças em inglês?

Como você deve imaginar não há uma única palavra que você possa utilizar em inglês para falar sobre doenças ou para referir-se ao fato de estar ou sentir-se doente.

Abaixo você poderá conhecer alguns sinônimos da língua inglesa para referir-se à doença e problemas de saúde:

  • Disease – doença
  • Malady – doença
  • Ailment – doença
  • Illness – doença
  • Sickness – doença
  • Disorder – desordem
  • Health problem – problema de saúde.

Expressões comuns que você pode observar como sinônimos de health problems são:

  • To fall ill – ficar doente
  • To be ill – estar doente
  • To be sick – estar doente
  • To be in poor health – estar com problemas de saúde
  • To be in bad shape – estar em má forma.

Há, ainda, diversas collocations que te ajuda a ser mais específico em relação à doença sobre a qual você pretende descrever ou opinar sobre.

Confira abaixo algumas dessas combinações de palavras que são bastante comuns na língua inglesa:

  • Chronic disease – doença crônica
  • Acute disease – doença aguda
  • Serious disease – doença séria
  • Heart disease – doença cardíaca
  • Common diseases – doenças comuns
  • Infectious disease – doença infecciosa
  • Contagious disease –doença contagiosa
  • Communicable diseases – doenças transmissíveis
  • Noncommunicable diseases – doenças não-transmissíveis.

Exemplos de como você poderá utilizar-se dessas collocations em frases:

Measles is an contagious disease. – Sarampo é uma doença contagiosa.

If you don’t touch my stuff, my conjunctivitis will no longer be a communicable disease. – Se você não mexer em minhas coisas, minha conjuntivite não será mais uma doença transmissível.

She told me her father has a serious disease. – Ela me contou que o pai tem uma doença séria.

Quando você pretende dizer que está passando por uma dessas alterações na sua saúde, você poderá utilizar expressões como:

  • To have a (heart disease) – ter uma (doença cardíaca)
  • To suffer from (asthma) – sofrer de (asma)
  • To catch an (infectious disease) – pegar uma (doença infecciosa).

Essas collocations misturam substantivos e verbos e possuem um grande poder comunicativo em frases como:

If you don’t wear condoms, you can catch na infectious desease. And you won’t want that. – Se você não usar camisinha, você pode pegar uma doença infecciosa. E você não quer isso.

My brother has suffered from asthma. – Meu irmão sofreu de asma.

Há outras espécies de alterações da saúde comuns em que as pessoas atualmente não utilizam mais a terminologia “doença”. Para se referir à essas expressões utilizamos de colocações como:

  • Minor disorder – desordem menor
  • Major disorder – desordem principal
  • Nutrition disorder  – distúrbio nutricional
  • Blood disorders – doenças sanguíneas
  • Mental disorders – transtorno mental
  • Congenital disorders – distúrbios congênitos
  • Hereditary disorders – distúrbios hereditários
  • Hormonal disorders – distúrbios hormonais
  • To have a minor (kidney disorder) –  ter um distúrbio renal menor
  • To have a serious (genetic disorder) – ter um distúrbio genético sério.

Exemplos:

Their daughter has a nutrition disorder, I’ve heard is bulimia. – A filha deles tem um distúrbio nutricional, ouvi dizer que é bulimia.

From all the blood disorders I think leukemia is the worst. – De todas as doenças sanguíneas, eu acho que leucemia é a pior.

No entanto, há complicações na saúde que são mais cotidianas ou doenças muito comuns. Por isso, é bastante comum você ouvir expressões como:

  • To have a cold – ter um resfriado
  • To catch cold – pegar um resfriado
  • To come down with a cold – ficar de cama com resfriado
  • To come down with pneumonia – ficar de cama com pneumonia
  • To have a headache – ter dor de cabeça
  • To have a toothache – ter dor de dente
  • To have earache – ter dor de ouvido.
Menino doente
Alguns sintomas comuns da gripe (Foto: depositphotos)

Há sintomas que ainda não foram decifrados e nomeados por quem está descrevendo-os ou tentando diagnosticá-los.

Por essa razão, é também comum você ouvir expressões que apenas descrevam a sensação que o paciente sente naquele momento como:

  • To have a pain in the stomach – ter dor no estômago
  • To have chest pains – ter dores no peito
  • My (left hand) hurts – minha (mão esquerda) dói
  • My (back) hurts – minhas (costas) doem.

Dentro das inúmeras peculiaridades que nossos corpos podem apresentar, há a possibilidade de apresentarmos alergias que podem ser explicadas fazendo uso de collocations como:

  • To have an allergy (to medication / to medicines) – ser alérgico (a) remédios
  • To be allergic (to dust) – ser alérgico à poeira
  • To have (food allergies) – ter alergia à comida

Você pode ver isso sendo aplicado em frases como:

My mother has always been allergic to animal hair, so, we could never had a dog. – Minha mãe sempre foi alérgica a pelo de animal, então, nunca pudemos ter um cachorro.

When you’re cooking tonight’s dinner remember that my boyfriend is allergic to shrimp. – Quando for cozinhar o jantar de hoje a noite, lembre-se que meu namorado é alérgico a camarão.

Dentro dos sintomas que as complicações na saúde podem apresentar, a perda temporária de consciência, que também é conhecida como desmaio, pode ser o sintoma de algumas das mais graves.

E, temos também collocations que podem nos ajudar a referir-se a esses eventos e os que o seguem. Veja:

  • To faint – desmaiar
  • To lose consciousness – perder a consciência
  • To be unconscious – estar inconsciente
  • To regain consciousness – recuperar a consciência

Por fim, diante do diagnóstico de diseases – doenças, em inglês – vemos a necessidade de tratamento. Na maioria das vezes, somos encaminhados para a cura.

Para falar sobre essa parte em inglês você pode utilizar collocations como:

  • To treat – tratar
  • To cure – curar
  • To heal – curar
  • To be on the mend – estar em recuperação
  • To recover – recuperar
  • To get well – ficar bem.

E, poderá também ver isso ser aplicado em frases como:

I hope your son get well soon, It’s not too bad breaking bones during the childhood. Take it easy! – Espero que seu filho fique bem logo. Não é tão grave fraturas durante a infância. Se acalme!

Your grandpa is on the mend after a heart attack. – Seu avô está em recuperação após um ataque cardíaco.

She’s recovering from surgery quicker than the expected. – Ela está se recuperando da cirurgia mais rápido do que o esperado.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Family: nome dos membros da família em inglês

Família na praia

Aprender como falar sobre a família em inglês é um ótimo exercício da língua. Aplicar a linguagem em situações cotidianas sempre se mostra uma boa maneira de praticar vocabulário e construções verbais acerca do tema.

Quando pensamos em palavras em inglês para família nós temos muitas que vão enriquecer seu vocabulário. Os family members (membros da família, em inglês) e locuções verbais que envolvem o tema em como: noivar, casar-se com alguém ou separar-se.

Além de algumas nomenclaturas próprias da língua inglesa para referir-se às famílias mistas. Vamos imergir juntos nesse exercício linguístico e cultural?

Family members: os membros da família em inglês

A família é um grupo de pessoas, que, enquanto conjunto social se mostra como primário. São indivíduos ligados por fatores sanguíneos devido aos ancestrais comuns ou por adoção.

Família na praia
Father, mother, brother e sister são alguns dos membros da família em inglês mais conhecidos (Foto: depositphotos)

As diversas entidades familiares que conhecemos hoje em dia se aprimoraram através dos séculos, e, para esse grupo primário existem diversas nomenclaturas que vamos aprender agora na lista abaixo:

  • Great-great grandfather – Tataravô
  • Great-grat grandmother – Tataravó
  • Great-great grandson – Tataraneto
  • Great-great granddaughter – Tataraneta
  • Great grandfather – Bisavô
  • Great grandmother – Bisavó
  • Great grandson – Bisneto
  • Great granddaughter – Bisneta
  • Grandfather – Avô
  • Grandmother – Avó
  • Grandson – Neto
  • Granddaughter – Neta
  • Father – Pai
  • Mother – Mãe
  • Son – Filho
  • Daughter – Filha
  • Brother – Irmão
  • Sister – Irmã
  • Twins – Gêmeos
  • Twin-brother – Irmão gêmeo
  • Twin-sister – Irmã gêmea
  • Aunt – Tia
  • Uncle – Tio
  • Cousin – Primo (a)
  • Nephew – Sobrinho
  • Niece – Sobrinha.

Expressões informais acerca dos membros da família

Todos os nomes apresentados acima são maneiras formais de se referir aos membros da família em inglês.

Porém, como a língua é uma expressão viva e cultural de um povo, existem outras formas informais – ou até mesmo mais íntimas – em que você pode ouvir as pessoas referirem-se aos membros de sua família na língua.

E elas são:

  • Mom – Mãe
  • Dad – Pai
  • Bro – Irmão
  • Sis – Irmã
  • Grandma – Avó
  • Grandpa – Avô

Com variações linguísticas comuns para crianças que podem levar a pronúncia de: Mommy” e “Daddy para mãe e pai, respectivamente.

Além das palavras determinadas para nos referir ao filho e à filha, há também expressões para filhos (quando são de sexos diferentes, ou, quando numa frase você não quiser determinar o sexo).

Nesses casos, você poderá usar children ou kids para referir-se à eles. Observe nos exemplos abaixo como isso funciona:

– I have a daughter called Norma and a son called Paul – Eu tenho uma filha chamada Norma e um filho chamado Paul.

– I have two kids: Paul and Norma. – Eu tenho dois filhos: Paul e Norma.

– When I was a kid I’ve always wanted two daughters. – Quando eu era criança eu sempre quis duas filhas.

– I think I’ll have just two children. – Acho que só terei dois filhos.

Cuidado com o falso cognato ‘parents

É bastante comum quando nativos da língua portuguesa estão aprendendo sobre os membros da família em inglês associarem a palavra “parents” a parentes.

Essa associação é devido à proximidade da palavra em português com o som que a palavra em inglês apresenta. Mas, isso está errado!

Parents em inglês significa pais. Isso mesmo: é a junção do seu pai com a sua mãe, ou de suas duas mães e seus dois pai. Observe em alguns exemplos de frase como isso pode ser aplicado:

– My parents are both doctors. – Meus pais são ambos médicos.

– My mother’s name is Natasha, my father’s name is Patrick, so, my parents named me Natrick. – O nome da minha mãe é Natasha, o nome do meu pai Patrick, então, meus pais me batizaram de Natrick.

Quando você tiver a intenção de falar sobre os membros da sua família em geral, os quais costumeiramente chamamos de parentes, a palavra em inglês que você vai utilizar é: relatives.

Como você poderá notar nos exemplos abaixo:

– Uncle Brian and Aunt Alissa are my favorite relatives. – Tio Brian e Tia Alissa são meus parentes favoritos.

– I’m glad that the only time in the year I need to see my relatives is Christmas. – Eu fico feliz que a única época do ano que eu preciso ver meus parentes seja o Natal.

Família por afinidade em inglês

Além da família na qual nós nascemos, é natural que ao longo da vida as relações humanas nos leve a formar uma segunda família.

Geralmente, acontece por causa do amor que faz com que laços sejam criados. Existem algumas expressões em inglês que vão nos auxiliar a nomear as fases de construção dessa nova família, e, a nomear os que dela farão parte.

Noivado em inglês

Existe em inglês uma junção verbal para se referir às pessoas que estabeleceram o compromisso prévio ao casamento uma com a outra que é: to get engaged to(noivar com).

Você poderá vê-la sendo usada nos exemplos abaixo:

– Laura and Brian got engaged. – Laura e Brian noivaram.
– Laura got engaged to Brian. – Laura noivou com Brian.

Também é normal você ver essa expressão ser usada na forma: to be engaged to(estar noivo de):

– Brian and Laura are engaged. – Laura e Brian estão noivos.
– Brian is engaged to Laura. – Brian está noivo de Laura.

Diante deste compromisso, surgem as palavras: fiancé (noivo) e fiancée (noiva):

– Brian is Laura’s fiancé. – Brian é noivo de Laura.
– Laura is Brian’s fiancée. – Laura é noiva de Brian.

Casamento em inglês

Quando você for se referir ao casamento em inglês você terá duas palavras distintas, a primeira delas é wedding. Essa palavra se referirá à cerimônia, a festa de casamento em si.

Para os noivos, durante o wedding (cerimônia de casamento) você vai se referir como bride (noiva) e groom (noivo). Observe alguns exemplos de como isso pode ser utilizado:

– Everybody stood up to see the bride walk down the aisle. – Todos levantaram-se para ver a noiva caminhar para o altar.

– The groom cried during the wedding when he saw his bride. – O noivo chorou durante o casamento quando viu sua noiva.

– The bridemaids and the groom’s best men got drunk at the reception. – As damas de honra e os padrinhos do noivo se embebedaram na recepção.

– Their wedding reception lasted until the morning after. – A recepção de casamento deles durou até a manhã seguinte.

Fotos de casamento sobre a mesa
Durante a cerimônia de casamento, a noiva se chama bride e o noivo groom (Foto: depositphotos)

Após o wedding, é bastante comum que você ouça às pessoas referirem-se aos noivos e noivas com as expressões to get married (casar-se) e to be married (estar casado), conforme você pode ver nos exemplos:

– They will get married next Saturday. – Eles vão se casar no próximo sábado.

– They’re married since last year. – Eles estão casados desde o ano passado.

E, após as cerimônias e as devidas assinaturas de compromisso, passa-se a referir-se sobre o casamento de alguém como marriage. Conforme você pode observar nos exemplos abaixo:

– Adam seems to have a happy marriage. – O Adam parece ter um casamento feliz.

– I’ve heard their marriage is not going well. – Ouvi dizer que o casamento deles não vai bem.

Family members after wedding: a família pós-casamento

Tendo um casamento feliz ou infeliz, duradouro ou não, todos sabem que você não casa apenas com a pessoa com quem escolhe.

Isso porque, leva junto ao pacote vários membros da família que passam a ser seus também. E, existem nomes específicos para falar sobre eles em inglês, observe abaixo:

  • Husband – Marido
  • Wife – Esposa
  • Mother in-law – Sogra
  • Father in-law – Sogro
  • Daughter in-law – Nora
  • Son in-law – Genro
  • Brother in-law – Cunhado
  • Sister in-law – Cunhada

Separação em inglês

Nem todos os casamentos funcionam como os contos de fadas em que as pessoas vivem felizes para sempre. Por isso, existem também expressões que você pode utilizar na língua inglesa para quando as coisas não dão certo.

Para dizer em inglês divorciar-se de alguém você utilizará a expressão to get divorced from, conforme você verá nos exemplos abaixo:

– She told me she will get divorced from her husband. – Ela me disse que ela vai se divorciar do marido.

– Samantha is getting divorced from Lucas. – Samanta está se separando de Lucas.

Já se sua intenção for dizer em inglês estar separado de alguém a expressão a ser utilizada será to be divorced from, conforme os exemplos abaixo vão te mostrar:

– William is divorced from Fatima. – William está divorciado de Fátima.

–After a fifteen years marriage and two kids, they’re divorced. – Depois de um casamento de quinze anos e dois filhos, eles estão divorciados.

Logo, em inglês as expressões para se referir à quem você já foi casado (a) são:

  • Ex-husband – Ex-marido
  • Ex-wife – Ex-esposa.

A family mix: e quando famílias se misturam?

Existe diante de divórcios ou separações a possibilidade de novas uniões surgirem. Isso porque, muitas pessoas, depois da primeira experiência, acabam casando-se de novo com outras que já têm filhos.

Com isso, viram uma figura diferente da que originalmente elas tinham na construção familiar. Portanto, existem algumas palavras para esses novos membros que são:

  • Stepfather – Padrasto
  • Stepmother – Madrasta
  • Stepson – O filho de alguém com quem você se casa, que, não tem relação biológica com você
  • Stepdaughter – A filha de alguém com quem você se casa, que, não tem relação biológica com você
  • Stepsister – A filha do seu padrasto ou madrasta de uma relação anterior à que eles têm com seus pais, logo, não haverá laço sanguíneo entre você e essa “irmã”
  • Stepbrother – O filho do seu padrasto ou madrasta de uma relação anterior à que eles têm com seus pais, logo, não haverá laço sanguíneo entre você e esse “irmão”.

Porém, nesses novos arranjos familiares, acontece do seu pai ou sua mãe terem filhos com seus novos parceiros. Então, só compartilharão com você um dos lados da sua filiação.

Existem também nomes pelos quais você pode se referir à eles:

  • Half-brother – meio-irmão
  • Half-sister – meia-irmã.

Obviamente, independente dos seus pais casarem ou não outra vez, se você tem um irmão ou irmã por parte de um deles fora do casamento ele será seu half-brother ou half-sister.

No entanto, é bastante comum que as pessoas refiram-se a eles apenas como: brother ou sister.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Food: comidas em inglês

Várias comidas

Aprender os nomes das comidas em inglês ajuda a polir seu vocabulário e faz com que você descubra costumes dos países estrangeiros. Além disso, é uma ótima maneira de aprimorar o paladar em suas viagens pelo mundo.

Mas além de aprender sobre food (comida), você também conhece os “dishes” – pratos de comida, em inglês. Assim, é possível compor nossas “meals”(refeições) ao longo do dia.

Em inglês, as três principais refeições do dia recebem os seguintes nomes: breakfast , lunch e dinner. Respectivamente: café da manhã, almoço e jantar.

Nesse texto, você vai descobrir o vocabulário que engloba os mais diversos alimentos. Também vai compreender as diferenças em relação ao vocabulário britânico e americano, e conferir algumas dicas sobre esse conteúdo.

Comidas em inglês

Fruit, vegetables, Edible grains, meat, seafood e snaks são alguns tipos de comidas em inglês que você vai aprender nesse artigo. Confira nos próximos tópicos os nomes dos alimentos e suas traduções!

Várias comidas
Food, dishes e meals são palavras que têm relação com as comidas (Foto: depositphotos)

Fruit: frutas em inglês

Apple, banana e lemon são algumas das frutas mais conhecidas pelos brasileiros em inglês. Mas existem muitas outras que trazemos para você, e organizadas em ordem alfabética:

  • Apple – Maçã
  • Apricot – Damasco
  • Avocado – Abacate
  • Banana – Banana
  • Blackberry – Amora
  • Cherry – Cereja
  • Fig – Figo
  • Grapes – Uvas
  • Green olive – Azeitona verde
  • Kiwifruit / Chinese gooseberry – Kiwi
  • Lemon – Limão
  • Lime – Lima
  • Mango – Manga
  • Mangosteen – Mangostão
  • Melon / Cantaloupe / Rockmelon – Melão
  • Orange – Laranja
  • Papaya – Mamão
  • Peach – Pêssego
  • Pineaple – Abacaxi
  • Plum – Ameixa
  • Raisins – Uvas passas
  • Strawberry – Morango
  • Tomato – Tomate
  • Watermelon – Melancia.

Vegetables: os vegetais e legumes em inglês

Existem dois tipos de vegetais em inglês, os “root vegetables” (vegetais de raiz, como as babatas) e a variação “bulb” (bulbo, a exemplo das cebolas).

Abaixo, você verá organizado em ordem alfabética os nomes dos vegetais em inglês, bem como a sua tradução para o português:

  • Artichoke – Alcachofra
  • Asparagus – Espargos
  • Beetroot / Beet – Beterraba
  • Bell pepper / Capsicum – Pimentão
  • Broccoli – Brócolis
  • Brussels sprouts – Couve de Bruxelas
  • Cabbage – Repolho
  • Carrot – Cenoura
  • Cauliflower – Couve-flor
  • Celery – Aipo
  • Cucumber – Pepino
  • Eggplant – Berinjela
  • Garlic – Alho
  • Lettuce – Alface
  • Mushrooms – Cogumelos
  • Onion – Cebola
  • Peas – Ervilhas
  • Potato – Batata
  • Pumpkin – Abóbora
  • Spinach – Espinafre
  • Turnip – Nabo
  • Yam – Inhame
  • Zucchini – Abobrinha.

Edible grains: grãos comestíveis em inglês

  • Almonds – Amêndoas
  • Black eyed peas – Feijão de corda
  • Breakfast cereal – Cereal matinal
  • Cashew nuts – Castanha de caju
  • Chestnuts – Castanhas
  • Chickpeas – Grão de bico
  • Cocoa Beans – Sementes de cacau
  • Coconut – Coco
  • Coffee Beans – Grãos de café
  • Corn / Maize – Milho
  • Flour – Farinha
  • Lentils – Lentilhas
  • Lima Beans – Feijão lima
  • Oat – Aveia
  • Peanuts – Amendoim
  • Pinto Beans – Feijão Carioca
  • Pistachios – Pistache
  • Rice – Arroz
  • String beans / Green beans – Feijão verde
  • Tortilla – Beijú
  • Walnuts – Nozes
  • Wheat – Trigo.

Bread: pão em inglês

Existem diversos tipos de pães em todo o mundo. Confira alguns deles a seguir:

  • Bagels – Bagel (geralmente salgado, esse tipo de pão é fervido em água antes de ser assado. Por isso, tem uma massa ligada por dentro, com um interior meio cru e uma crosta bem assada por fora.)
  • Baguette – Baguete
  • Breadsticks – Gressino
  • Croissant – Croissant
  • Donut – Rosquinhas
  • Hamburger Bun – Pão de Hambúrguer
  • Hot Dog Bun –  Pão de Cachorro Quente
  • Milk and Honey Bread – Pão-de-mel
  • Pita Bread – Pão Sírio
  • Pretzel – Pretzel (é um pão de origem alemã, muito consumido em países da Europa e nos Estados Unidos, ele tem a forma de nó. É seco. Pode ser doce ou salgado)
  • Rolls – Pão Francês / Rolinho / Cacetinho
  • Rye Bread – Pão Centeio
  • Wheat Bread – Pão de Trigo
  • White Bread – Pão Branco
  • Whole Grain Bread –  Pão Integral.
Vários tipos de pães
O famoso pão francês no Brasil recebe o nome de rolls no inglês (Foto: depositphotos)

Meat and poultry: carnes vermelhas e aves em inglês

São muitas as espécies de animais que servem de alimento para os humanos, como galinha, porco, vaca etc. Veja os nomes que esses tipos de alimentos recebem em inglês:

  • Bacon – Bacon
  • Beef spare ribs – Costelas de porco
  • Beef topside – Lombo bovino
  • Chicken – Frango
  • Chicken Breasts – Peito de frango
  • Chicken wings – Asa de frango
  • Diced goat meat – Carne de cabra em pedaços
  • Drumsticks- Coxa de galinha
  • Duck – Pato
  • Filet steak – Picanha
  • Ham on the bone – Presunto no osso
  • Leg of lamb – Perna de cordeiro
  • Liver – Fígado
  • Minced pork – Picadinho de porco
  • Mutton – Carneiro
  • Ox heart – Coração bovino
  • Ox tongue – Língua de boi
  • Pork leg – Perna de porco
  • Rabbit – Coelho
  • Sausages – Salsichas
  • Sliced ham – Presunto fatiado
  • T-bone steak – Bisteca
  • Tripe – Tripa / Dobradinha
  • Turkey – Peru.

Fish and seafood: peixes e frutos do mar em inglês

Além dos animais citados acima, os peixes e demais animais do mar também são considerados alimentos pelos humanos. Confira os nomes que eles recebem na língua inglesa:

  • Carp – Carpas
  • Caviar / Sturgeon roe – Caviar / Esturjão / Ovas de caviar
  • Cod – Bacalhau
  • Crab – Caranguejo
  • Crayfish – Lagostim
  • Eel – Enguia
  • Fillets of snapper – Filetes de pargo
  • Lobster – Lagosta
  • Mussels – Mexilhões
  • Octopus – Polvo
  • Oysters – Ostra
  • Periwinkles / Winkles – Pervinca
  • Prawn – Camarão cinza
  • Salmon fillet – Filé de salmão
  • Salmon roe – Ovas de salmão
  • Sardines in can – Sardinhas enlatadas
  • Scallop – Vieira
  • Shrimp – Camarão rosa
  • Smoked fish – Peixe defumado
  • Snapper – Pargo
  • Squid – Lula
  • Trout – Truta
  • Tuna – Atum.

Dairy foods: lacticínios em inglês

Os derivados do leite também fazem parte das nossas refeições diárias, seja no café da manhã, um lanche a tarde ou na hora do jantar. Confira como eles são chamados em inglês:

  • Butter – Manteiga
  • Condensed milk – Leite condensado
  • Double cream / Thickened cream – Creme de leite
  • Ice cream – Sorvete
  • Milk – Leite
  • Milk powder / Powdered milk – Leite em pó
  • Whipped cream – Chantilly
  • Yoghurt – Iogurte.

Cheese : queijo em inglês

Entre os tipos de laticínios um ganha destaque por ser o mais consumido, o queijo. Veja a seguir os mais variados tipos de queijo em inglês e suas respectivas traduções:

  • Brie / Soft cheese – Queijo Brie
  • Cammbert cheese – Queijo Cammbert
  • Cheddar cheese – Queijo Cheddar
  • Cottage cheese – Queijo tipo Cottage
  • Cream cheese – Requeijão
  • Edam cheese – Queijo Edam
  • Feta cheese – Queijo feta
  • Mozzarella cheese – Queijo mussarela
  • Parmesan cheese – Queijo parmesão
  • Processed cheese – Queijo processado
  • Stilton blue cheese – Queijo azul
  • Ricotta cheese – Queijo ricota
  • Swiss cheese – Queijo suíço
  • Gouda cheese – Queijo Gouda / Queijo do Reino.

Snacks: lanches em inglês

Entre uma refeição e outra, é comum fazer um lanche. Em inglês, essas mini refeições são chamadas de snacks. Confira alguns tipos em inglês:

  • Banana Split – Banana Split
  • Biscuits – Biscoitos
  • Cake – Bolo
  • Candy – Doce / Bala
  • Chips – Batatas fritas industrializadas / Salgadinhos
  • Chocolate – Chocolate
  • Cookies – Biscoitos
  • Crackers – Bolachas
  • Crisps – Batatas fritas industrializadas
  • Donut – Rosquinha
  • French Fries – Batata frita
  • Fruit Salad – Salada de frutas
  • Hamburger – Hambúrguer
  • Hot Dog – Cachorro quente
  • Ice Cream – Sorvete
  • Jam – Geléia
  • Jelly – Gelatina
  • Lolipop – Pirulito
  • Muffin – Bolinho recheado
  • Noodles – Macarrão instantâneo
  • Pasties – Pastel (geralmente de forno)
  • Peanut Butter – Manteiga de amendoim / Pasta de amendoim
  • Pie – Torta
  • Pizza – Pizza
  • Popcorn – Pipoca
  • Pretzels – Espécie de pão doce assado em forma de nó
  • Pudding – Pudim
  • Sandwich – Sanduíche
  • Sweets – Doces / Balas
  • Waffle – Waffle.

Curiosidades: diferenças em relação ao vocabulário britânico e americano

Como visto no tópico anterior, algumas palavras em inglês possuem o mesmo significado em português. Por exemplo, cookies e biscuits, pois ambos ganham a tradução de biscoito.

Então, por que isso acontece? A explicação para essa situação é que enquanto os americanos chamam os biscoitos doces de cookies, os britânicos usam o biscuits. 

Isso também ocorre com outras palavras, como é o caso das batatas fritas industrializadas. Para os moradores da Inglaterra, esse lanche é conhecido por crisps, já para os americanos, o mesmo alimento é chamado de chips.

No entanto, quando se trata de batatas inglesas sendo fritas em óleo na hora, a população do Reino Unido as chamam de chips. Enquanto que nos Estados Unidos, essa receita leva o nome de french fries, ou, apenas como fries.

Como dizer ‘comer’ em inglês?

Agora que você já sabe os nomes das comidas em inglês, que tal aprender alguns verbos que têm relação com esse assunto? Para dizer, em inglês, comer o verbo que você utilizará é: to eat.

Trata-se de um verbo irregular na língua inglesa, pois nas suas conjugações passadas ele não segue o padrão comum de acrescentar “ed”, como ocorre com os regulares.

Sendo assim, as formas verbais de comer em inglês, são:

InfinitiveTo eat
Past SimpleAte
Past ParticipleEaten

Observe algumas frases em inglês sobre comer e comida, com suas respectivas traduções em português:

I try to eat vegetables every day. – Eu tento comer vegetais todos os dias.

I only ate an apple this morning. – Eu só comi uma maçã hoje de manhã.

I’ll eat a pizza tonight. – Eu vou comer uma pizza hoje à noite.

I’ve been eating too much sugar lately. – Eu tenho comido muito açúcar ultimamente.

I’ve already eaten sushi, so, I’m not hungry. – Eu já comi sushi, então, não estou com fome.

Dicas de vocabulário relacionadas à comida

Porém, embora to eat seja o verbo que traz comer em seu significado literal na língua inglesa, existe um outro verbo que é bastante comum ao se referir à comida e refeições na língua.

Família almoçando
Além do verbo to eat, é possível usar também o verbo to have (Foto: depositphotos)

Você notará bastante os nativos utilizarem o verbo to have para se referirem ao que comem, bem como, para se referirem às refeições diárias.

Quando se fala nas refeições diárias já existem collocations prontas que são usadas na língua, e que, em vez de to eat trazem to have junto à elas, confira:

  • To have breakfast – Tomar café da manhã
  • To have lunch – Almoçar
  • To have dinner – Jantar.

Por isso, não se assuste quando ouvir em inglês frases do tipo:

– I usually don’t have breakfast. – Eu geralmente não tomo café da manhã.

– Last night I’ve only had a snack for dinner. – Noite passada eu só comi um lanche no jantar.

– We had lunch together at the mall this afternoom. – Nós almoçamos juntos no shopping esta tarde.

Regra de vocabulário: cuidado para não fazer confusão entre ‘lanche’ e ‘almoço’

Uma confusão bastante comum para nativos da língua portuguesa quando estão aprendendo inglês como uma segunda língua é criar um ‘’falso cognato’’ – que sequer existe ao pé da letra, se não pensarmos na tradução que confunde as duas palavras – entre o almoço e um lanche comum.

Como vimos, lanche em inglês significa snack, enquanto lanchar vai ser no inglês to have a snack.

Porém, algumas pessoas criam uma confusão com almoço em inglês que é lunch, fazendo com que almoçar em inglês signifique to have lunch.

Observe em alguns exemplos de frases em inglês como essa diferenciação realmente funciona:

–  Have you had a snack? – Você lanchou?

–  Have you already had lunch? – Você já almoçou?

– Why don’t we have a snack together? – Por que nós não lanchamos juntos?

–  Why don’t we have lunch together? – Por que nós não almoçamos juntos?

Pensando em inglês você pode evitar confusões com palavras que ‘’aparentemente’’ são parecidas. Continue atento à todas as nossas dicas no Estudando Inglês.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Nomes de lugares em inglês

Fachadas de lugares em inglês

Lugares em inglês ou, simplesmente places, são uma aula de vocabulário bastante útil. Isso porque, você precisa aprender como referir-se a pontos turísticos dentro da cidade onde você mora ou que pretenda visitar.

Existem diversos nomes específicos de comércios em inglês, ou mesmo, de lugares que precisamos ir para resolver atividades cotidianas da nossa vida.

Outras vezes, a dúvida surge no momento em que se pede informação a respeito do endereço em que alguém vive ou onde essa pessoa queira chegar.

Há, preposições de lugar específicas para nos referirmos a determinados pontos da cidade ou passarmos informações sobre endereços que os envolvam.

Para te ajudar a compreender tudo isso, leia esse artigo até o final!

Places in town: lugares na cidade em inglês

Diversos são os lugares que compõem as mais diferentes cidades no mundo globalizado. Alguns são utilizados como pontos de lazer ou atrações turísticas, outros se fazem necessários para as mais diversas atividades cotidianas.

Fachadas de lugares em inglês
Em inglês, os lugares são chamados de ‘places’ e podem ser pontos turísticos ou comércios (Foto: depositphotos)

Aqui, você encontrará uma lista com alguns lugares bastante úteis para incrementar seu vocabulário.

  • Airport – Aeroporto
  • Bakery – Padaria
  • Bank – Banco
  • Bar – Bar
  • Bookstore / Book Shop – Livraria
  • Bus Station – Rodoviária
  • Bus Stop – Parada De Ônibus
  • Butcher’s – Açougue
  • Café / Coffee Shop – Cafeteria
  • Church – Igreja
  • Court – Fórum
  • Department Store – Loja De Departamentos
  • Cinema / Movie Theather / The Movies – Cinema
  • Service Station / Gas Station – Posto de Gasolina
  • Gym – Academia
  • Hairdresser’s – Salão De Beleza / Cabeleireiro
  • Hospital – Hospital
  • Hotel – Hotel
  • Greengrocer – Quitanda
  • Supermarket / Market – Supermercado
  • Mall / Shopping Mall – Shopping
  • Drugstore – Farmácia
  • Post Office – Correio
  • Park – Parque
  • School – Escola
  • Zoo – Zoológico.

Como pedir informações sobre lugares ?

Às vezes, você pode se ver diante da necessidade de pedir para alguém algum tipo de informação sobre lugares ou como chegar até eles, mas usando a língua inglesa.

Para facilitar seus estudos, separamos algumas expressões que podem te ajudar a resolver esse problema, caso eventualmente ele surja. São elas:

– How can I get to (the airport)? – Como eu posso chegar (no aeroporto)?

– Is (the mall) far from here? – O (shopping) é distante daqui?

– How long will it take to get to the (night club)? – Quanto tempo vai levar para chegar (à boate)?

– Which bus can I take to get to (the soccer stadium)? – Que ônibus eu posso pegar para chegar ao (estádio de futebol)?

– Is it possible to take the subway to get there? – É possível pegar o metrô para chegar lá?

– Is it possible to get to (the church) on foot? – É possível chegar à (igreja) à pé?

Usando essas expressões você poderá facilitar bastante a sua comunicação e pode substituir os lugares entre parêntesis por outros destinos nos quais você planeje chegar.

Como escrever endereços em inglês?

Quando se pensa em locais e localizações em inglês uma das dúvidas bastante comuns se dá em relação aos endereços.

Falar sobre endereços em inglês envolve preposições de lugar e algumas estruturas que podem ser bastante comuns no dia a dia, mas que causam um pouco de dúvida em quem está aprendendo o idioma.

Se surge a necessidade de escrever ou informar seu endereço em inglês, provavelmente, a pergunta que você terá ouvido será:

– What’s your address? – Qual o seu endereço?

Para esse tipo de pergunta, não basta a rua ou o bairro, tampouco o país ou a cidade que alguém more. É preciso passar a localização específica do endereço em questão.

Nesses casos, você só poderá utilizar-se de uma preposição: AT.

Observe alguns exemplos de como isso pode ocorrer na prática:

– I live at 56, Boa Viagem Avenue in Recife. – Eu moro na Avenida Boa Viagem, número 56, em Recife.

– We’ll live in 20, Jerome Avenue in Bronx. – Nós moraremos no número 20, Avenida Jerome do Bronx.

Porém, há uma forma mais direta de responder quando as pessoas lhe perguntam sobre seu endereço em inglês, que também estará correta. E você poderá notar nos exemplos abaixo:

– It’s 56, Boa Viagem Avenue. – Número 56, Avenida Boa Viagem.
– It will be 20, Jerome Avenue.  – Será número 20, Jerome Avenue.

Como dizer onde mora?

No inglês há algumas formas de se perguntar o endereço de uma determinada pessoa, e também algumas formas de dizer aonde nós moramos ou aonde alguém mora.

Geralmente, surge a necessidade de responder sobre o lugar onde você mora ou de onde você vem a depender da situação, quando você ouve perguntas do tipo:

– Where do you live? – Onde você mora?
Where are you living now? – Onde você está morando agora?
– Where are you from? – De onde você é?
– Where did you come from? – De onde você veio?

Endereços costumam causar um pouco de estranhamento devido às preposições que são utilizadas de acordo com a informação que se queira passar. Entenda melhor nos próximos tópicos!

País

Quando a informação que você desejar passar se resumir à uma informação que traga o seu país de origem, você utilizará a preposição IN.

Como você pode ver nos exemplos abaixo:

– I live in Brazil with my mother and my brother. – Eu moro no Brasil com minha mãe e meu irmão.

– My brother intends to live in Greece after he graduates in college. – Meu irmão pretende viver na Grécia depois que ele se formar na faculdade.

Cidade

Quando se trata da cidade onde você mora, o passo a passo é o mesmo que a gente acabou de utilizar para falar de nossos países. Então, você se utilizará também da preposição IN.

Observe exemplos de como fazer isso:

– I live in Rio de Janeiro since I was born. – Eu moro no Rio de Janeiro desde que eu nasci.

– I wish I could live in Amsterdam, everything I’ve heard about it makes me think is a very good place to live. – Como eu queria poder morar em Amsterdã, tudo que eu ouço falar de lá me faz pensar ser um ótimo lugar para se viver.

Bairro

Seguindo as mesmas orientações anteriores, você não vai mudar muitas expressões na hora de falar sobre o seu bairro. Portanto, usará também a preposição IN para responder sobre ele.

Observe em alguns exemplos como você poderá fazê-lo:

– I’ve already lived in Brooklyn, in Bronx and in Harlem here in New York. How about you? – Eu já morei no Brooklyn, no Bronx e no Harlem aqui em Nova Iorque. E você?

– I think I’ll live in Copacabana if I move to Rio de Janeiro next year. – Eu acho que morarei em Copacabana se me mudar para o Rio de Janeiro no próximo ano.

Rua

No momento em que você precisa se referir a sua rua terá duas opções de como falar sobre ela: tanto poderá utilizar-se da preposição IN como da preposição ON.

Observe em alguns exemplos como você poderá fazer isso:

– Since I moved to Recife I’ve been living in Aurora’s Street. – Desde que me mudei pro Recife, eu estou morando na Rua da Aurora.

– I’ve heard we can visit amazing stores on 5th Avenue. – Eu ouvi dizer que podemos visitar lojas maravilhosas na Quinta Avenida (Nova Iorque).

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Preposições em inglês

As preposições em inglês costumam ser um assunto que causa bastante questionamento em quem passa a aprender a língua.

Geralmente, o aluno cria confusões a respeito de qual seria a preposição adequada a ser usada com cada palavra, ou para traduzir no inglês frases que ele pensa em português.

E então, surge a necessidade de pensar em listas, exemplos, regras a respeito de preposições, e tudo parece só aumentar o nó!

No entanto, o assunto é muito mais fácil do que parece e é um daqueles temas onde a partir do momento em que você entende como aplicar e pensar em inglês sobre ele, ficará bastante fácil de aplicar os usos adequados no momento em que precisar da língua.

Uma preposição cumpre a função gramatical de ligar os elementos dentro de uma frase para que ela ganhe sentido. Sendo um dos principais elementos para que as frases existam, pois, sem eles nós teríamos várias palavras soltas.

Portanto, as preposições são bastante importante para uma comunicação mais aproveitável e coesa.

Em inglês, são essas preposições que conectam os substantivos e pronomes nas frases, dando sentido às mesmas. E, a maioria dessas preposições que nós utilizamos no inglês tem sentidos próprios e funções determinadas dentro das frases em que serão colocadas.

Vamos conhecer um pouco mais sobre elas?

Quais são as principais preposições em inglês e o que elas significam?

Abaixo você encontrará uma lista com as principais preposições em inglês e seu significado em português.

Cachorro mostrando preposições
‘On’ e ‘in’ são duas das preposições mais utilizadas na língua inglesa (Foto: depositphotos)

Observe que algumas delas terão mais de um significado, e, você precisará compreender o contexto em que elas se aplicarão para que ganhem um ou outro sentido.

Essas principais preposições do inglês são:

  • In dentro de, em, no, na
  • On – sobre a, em cima de, acima de, em, no, na
  • At – à, em, na, no
  • To – para, a
  • For – para, durante, por.

Vamos entender um pouco como cada uma delas vai funcionar?

In (dentro de, em, no, na)

É uma preposição que vai te ajudar a falar sobre o tempo de uma maneira ampla: seja sobre os meses do ano, as estações, partes do dia etc. Como você poderá observar nas frases:

 – She likes to read books in the evening. – Ela gosta de ler livros à noite.

 – They always travel in summer. – Eles sempre viajam no verão.

I was born  in April. – Eu nasci em abril.

Em relação às partes do dia, a única exceção que nós temos para a preposição é em relação ao termo “night” (noite). Nesse caso, a preposição utilizada deve ser “at”. Observe:

You shouldn’t go out alone at night, the city is dangerous. – Você não deveria sair sozinha à noite, a cidade está perigosa.

Um outro uso que a preposição “in” vai ter é indicar lugares. Esses lugares serão sempre específicos. Podem ser partes de uma casa ou de objetos.

Além disso, podem ser também lugares dentro de uma cidade ou de um país onde alguém ou algo possa ser localizado. E, também, podem tratar de lugares figurados. Como você pode observar abaixo:

I’m going to do an exchange  in Canadá next semester. – Eu vou fazer um intercâmbio no Canadá próximo semestre.

I used to spend my vacations in the country when I was a kid. – Eu costumava passar as férias no interior quando eu era criança.

She’s still with his words stucked  in her mind after their fight. – Ela continua com as palavras dele presas  na mente dela depois da briga deles.

On (sobre a, em cima de, acima de, em, no, na)

O primeiro uso dessa preposição é para indicar o tempo. Mas, diferente da preposição que nós vimos anteriormente,  essa será para um tempo específico.

Como você poderá notar nos exemplos abaixo:

The test will be  on June 20th and he’s already nervous. O teste será 20 de junho e ele já está nervoso.

I couldn’t help eating that much chocolate  on Easter Sunday. – Eu não consegui evitar comer todo aquele chocolate no domingo de páscoa.

Por isso, todos os dias da semana em inglês sempre estarão precedidos nas frases pela preposição “on”, observe:

She goes bowling on Fridays. – Ela joga boliche nas sextas feiras.

 – On Mondays and Wednesdays they have music classes. – Nas segundas e quartas eles têm aulas de música.

 – On Saturday morning she’ll visit her dentist. – Na manhã de sábado ela visitará seu dentista.

Uma outra forma de utilizar o “on” será relacionado à locais também. Porém, diferente da preposição que vimos anteriormente, o uso dessa estará relacionado à uma superfície. Como você pode perceber nos exemplos:

Your father left the money for this week bills on your nightstand. – Seu pai deixou o dinheiro para as contas da semana na sua mesa de cabeceira.

He arrived home so drunk that he’s slept  on the couch. – Ele chegou em casa tão bêbado que dormiu no sofá.

Outro uso para essa preposição é quando nós vamos nos referir à forma como as notícias chegam até nós, principalmente se estivermos falando sobre meios eletrônicos. Como você pode observar nos exemplos abaixo:

I’ve seen  on the news last night that the government is planning to cut financial support to retired people. – Eu vi no noticiário que o governo está planejando cortar suporte financeiro aos aposentados.

She couldn’t buy the concert tickets, so, she was so happy when she heard that’ll be broadcast live on TV. – Ela não conseguiu comprar os ingressos do show, então, ela ficou bastante feliz quando viu que será transmitido ao vivo na televisão.

Outro uso relacionado à lugares da preposição “on” é quando ela vem seguida de nome de ruas e avenidas. Como você pode observar nos exemplos:

There are many burglars on Paulista Avenue. Be careful!– Há muitos assaltantes na Avenida Paulista. Tome cuidado!

I’d like to take a walk on Copacabana Avenue before we go to the airport. – Eu gostaria de dar uma caminhada na Avenida Copacabana antes de irmos para o aeroporto.

Porém, se você for incluir o número exato referente ao endereço, a preposição que você vai usar deverá ser “at”. Como no exemplo a seguir:

Our hotel is at 1702, Atlântica Avenue. – Nosso hotel é no número 1702, Avenida Atlântica.

At (à, em, na, no)

Essa vai ser a preposição que você utilizará quando for se referir aos horários, como você poderá ver nos exemplos:

I can never wake up at noom during the week – Eu nunca posso acordar ao meio dia durante a semana.

She usually get up at sunrise and does some yoga.  – Ela geralmente levanta ao amanhecer do dia e faz ioga.

Outra forma de utilização dessa preposição é quando sua intenção for referir-se à locais específicos. Nesses casos, a preposição geralmente vai vir acompanhada do artigo “the”, que individualiza o substantivo sobre o qual eu falo.

Como os exemplos abaixo demonstrarão:

She is at the mall since she left from the work. – Ela está no shopping desde que ela saiu do trabalho.

Last night we met at the movies and it was really cool. – Ontem nos encontramos no cinema e foi muito legal.

Are you going to wait me at the bar or at home? – Você vai me esperar no bar ou em casa?

To (para, a)

É uma preposição que poderá ser utilizada quando eu precisar me referir a um movimento, à posição de algo, ao destino ou à direção. Como você pode notar nos exemplos abaixo:

Why don’t we go to somewhere private? – Por que nós não vamos à um lugar mais calmo?

Have you ever been to Europe? – Você já esteve na Europa?

It takes three hours to go to São Paulo from Recife by plane. – Leva três horas para ir à São Paulo de Recife de avião.

Também vai ser a preposição perfeita para você indicar o tempo no sentido de demarcar o início de um período e o final do mesmo.

Veja como isso acontece em alguns exemplos:

The Vietnam War lasted from 1955 to 1975. – A Guerra do Vietnã durou de 1955 à 1975.

I’ve been out of the city Monday to Friday last week. – Estive fora da cidade de segunda à sexta na semana passada.

É também a preposição que você vai utilizar para indicar distância física ou temporal entre dois pontos.

Por se tratar de uma comparação entre os pontos, normalmente essa estrutura necessitará também da preposição “from”. Como você pode perceber aqui:

There have been six years  from the day we’ve met to when we’ve broken up. – Passaram-se seis anos do dia que nos conhecemos até o dia em que terminamos.

It’s a little far from my house to the beach. – É um pouco longe da minha casa para a praia.

Será “to” também a preposição que você utilizará quando precisar fazer a comparação entre duas coisas. Conforme mostram os exemplos:

I’d rather be with my family to be at some party with strangers on New Year’s Eve. – Eu preferiria estar com minha família que em uma festa com estranhos na véspera de Ano Novo.

I prefer working out in the mornings to in the afternoom. – Eu prefiro me exercitar pela manhã do que a tarde.

Por fim, quando essa preposição é seguida de um verbo, ela geralmente servirá para indicar um propósito pelo qual algo acontece. Como você vai ver nas frases abaixo:

He stopped the car to help an old lady crossing the street. – Ele parou o carro para ajudar uma senhora a atravessar a rua.

She went out from the bar to say hello to her ex-boyfriend and didn’t come back. – Ela saiu do bar para cumprimentar o ex-namorado e não voltou.

For (para, durante, por)

Será a preposição para indicar o uso de determinado objeto, de maneira exemplificativa. Como você poderá notar nos exemplos:

A computer is required for developing all the projects in this company. – Um computador é necessário para desenvolver todos os projetos nessa empresa.

Beer has been used for giving people courage for ages. – Cerveja tem sido usado para dar coragem às pessoas há tempos.

Um segundo uso se dá em relação a duração no tempo de uma determinada atividade ou acontecimento. Conforme os exemplos:

I’ve been studying English for so long. – Eu tenho estudado inglês há tanto tempo.

We’ve been friends for fourteen years. – Nós temos sido amigos há quatorze anos.

O benefício que determinada coisa ou atividade pode trazer também pode ser indicado nas frases com a preposição for, conforme os exemplos abaixo podem lhe mostrar:

These clothes fabrics’ are good for exercizing. – Os tecidos dessas roupas são bons para fazer exercícios.

Drinking water can make miracles for your skin. – Beber água pode fazer milagres por sua pele.

Também servem para indicar o objetivo ou propósito de algo, mas diferente do que acontece com o “to”, não será seguido por um verbo quando cumprir essa função, e sim por um substantivo. Como você pode observar aqui:

These clothes are only for the summer. – Essas roupas são apenas para o verão.

Half price is only  for students. – Meia entrada é apenas para alunos.

Preposições de tempo em inglês

Existem, em inglês, algumas preposições que ganham um significado específico quando estão se referindo ao tempo.

Portanto, entende-las pode ser bastante útil no momento em que você precisar expressar ideias de cronologia de acontecimentos ou mesmo a ordem que algo deverá acontecer.

Abaixo elas estarão listadas e entre as mesmas você terá alguns exemplos referentes à maneira adequada de utilizar-se de cada uma.

Essas preposições são:

  • After: após, depois de

She started crying after talking to him. – Ela começou a chorar depois de falar com ele.

We’ll go to the mall after class. – Vamos ao shopping após a aula.

  • Before: antes de

The news are on tv before the soap opera. – O jornal passa na televisão antes da novela.

Wish you’ve done the dishes before you’ve taken a shower. – Queria que você tivesse lavado os pratos antes de tomar banho.

  • For: por, há

She’s been married  for ten years. – Ela está casada há dez anos.

We haven’t been talking for a month. – Nós não temos conversado há um mês.

  • From: deTo: à

My grandparents stayed at our place from Christmas to New Year’s last year. – Meus avós ficaram em nossa casa do Natal ao Ano Novo ano passado.

She told me I could borrow her beach house from tomorrow to the weekend. – Ela disse que posso pegar emprestada sua casa de praia de amanhã até o fim de semana.

  • During: durante

I’m trying to sleep earlier during the week. – Estou tentando dormir mais cedo durante a semana.

It’s not dangerous going out alone during the day. – Não é perigoso sair sozinho durante o dia.

  • Until/ ‘til: até

Please, don’t bother me ‘til the end of the movie. – Por favor, não me incomode até o fim do filme.

I promise I’ll contact him until tomorrow and give you some ansewers. – Eu prometo que vou entrar em contato com ele até amanhã e te dar algumas respostas.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Verbos em inglês: lista com os mais usados e tradução

Os verbos em inglês se tornam essenciais na hora de estudar a língua, porque são uma das classes gramaticais que nós mais utilizamos em nossa vida cotidiana.

Verbos são as palavras que nos ajudam a montar orações, porque expressam ações, estados ou fenômenos da natureza. A maioria dos textos e frases que temos contato ou que construímos em nosso dia a dia estão cheias de verbos em suas construções.

Eles são essenciais para que a gente consiga dizer o que estamos fazendo, sentindo, pensando, e, por isso eles se constroem em diversos tempos e modos verbais.

Seja em qual for a língua, precisamos comunicar coisas que já aconteceram, coisas que estão acontecendo, que acontecem com frequência e que vão acontecer.

Esse texto vai te ensinar como os verbos funcionam em inglês e em que tempos eles são utilizados. Vamos aprender?

Verbos irregulares em inglês

Vamos começar a estudar os verbos em inglês na parte que eles costumam causar mais dúvidas de aplicação: os verbos irregulares em inglês.

Lista de verbos em inglês
Infinitive, past simple e past participle são três conjugações fixas dos verbos em inglês (Foto: depositphotos)

O que torna um verbo irregular em inglês é sua forma de conjugar-se no passado. Obrigatoriamente, todos os verbos em inglês vão ter três conjugações fixas, que são: infinitive (infinitivo) / past simple (passado simples) / past participle (particípio passado).

Nos verbos irregulares a forma de um verbo é uma no infinitivo, e ele foge à regra que é constantemente dita nas escolas e cursinhos de línguas, de que basta acrescentar uma ou duas letras para que o verbo fique no passado em inglês.

Com esses verbos, cada um deles tem uma forma diferente do verbo no particípio principal que não segue um padrão, alguns são via acréscimo, outras mudam a palavra, outras trazem decréscimo de letras ou sílabas.

Por tudo isso, eles criam algumas dúvidas em quem está aprendendo inglês, porque eles não seguem um padrão lógico. E muitos professores costumam passar listas de verbos irregulares em inglês para que os alunos “decorem”.

Observe essa pequena lista de verbos irregulares em inglês:

INFINITIVEPAST SIMPLEPAST PARTICIPLEPORTUGUÊS
To buyBoughtBoughtComprar
To bringBroughtBroughtTrazer
To haveHadHadPossuir, ter.
To keepKeptKeptManter, guardar.
To meetMetMetConhecer, encontrar.

Fora esses verbos irregulares, onde nós temos apenas a mudança de forma em relação ao verbo no infinitivo, temos também verbos irregulares em inglês que são um pouco mais desafiadores.

Isso porque, eles apresentam uma forma no infinitivo, uma no passado simples, e, outra diferente no particípio passado. Como ocorre na lista de verbos irregulares em inglês aqui embaixo:

INFINITIVEPAST SIMPLEPAST PARTICIPLEPORTUGUÊS
To doDidDoneFazer
To goWentGoneIr
To writeWroteWrittenEscrever
To speakSpokeSpokenFalar, dizer
To beWasBeenSer, estar

A diferença principal dos verbos em inglês serem regulares ou irregulares estará na forma que você vai utilizar os verbos em frases no passado, ou simplesmente, em conjugações passadas.

Nos tempos em que o verbo é utilizado em sua forma infinitiva, sem o TO (geralmente quando se fazem necessários verbos auxiliares), não haverá diferença na conjugação ou aplicação, sejam os verbos regulares ou irregulares.

Verbos regulares em inglês

Os verbos regulares em inglês acabam não causando tanta estranheza               porque eles parecem ser muito mais simples de serem compreendidos por quem está começando a estudar inglês ou mesmo quem estuda a mais tempo.

Para esses verbos, a simplicidade reside no fato de que tanto a forma simples do verbo no passado quando o passado particípio sempre terão a mesma conjugação.

Na verdade, essa conjugação se dará com o acréscimo de “D” no final da forma infinitiva do verbo ou de “ED”.

Observe a lista de verbos regulares em inglês abaixo e perceba como isso se dá:

INFINITIVEPAST SIMPLEPAST PARTICIPLEPORTUGUÊS
To CryCriedCriedChorar
To ChangeChangedChangedMudar, trocar
To CloseClosedClosedFechar
To AgreeAgreedAgreedConcordar
To CallCalledCalledLigar, chamar, telefonar
To LoveLovedLovedAmar, adorar
To LikeLikedLikedGostar
To EnjoyEnjoyedEnjoyedDivertir-se, apreciar
To FearFearedFearedTemer
To HateHatedHatedDetestar

Tempos verbais em inglês

Como em qualquer outra língua, os tempos verbais básicos do inglês vão se dividir em: present, past, future.

Present (presente)

Tempo verbal utilizado para falar sobre ações ou estados que estejam acontecendo ou que aconteçam com frequência, por isso se tornam rotineiros.

Também pode ser aplicado à algumas situações que já aconteceram mas ainda não se encerraram ou guardam alguma relação com o agora.

Essa última função do presente, que é mais comum em inglês, refere-se aos tempos que conhecemos como “perfect” e “perfect continuous”.

Algumas pessoas quando estão estudando inglês, por não conseguirem fazer uma relação imediata com o que seria esse tempo em português, acabam por achá-lo confuso ou mesmo difícil, mas isso é algo que pode ser desmistificado.

Logo, o presente em inglês se divide em: present simple, present continuous, present perfect, present perfect continuous.

Past (passado)

Será o tempo que nos serve de referência para falar sobre ações que já aconteceram.

Elas podem ter acontecido e se finalizado imediatamente, acontecido e perdurado por algum tempo, ou mesmo, acontecido antes de uma outra ação que também já está no passado.

Por isso, em inglês, o passado vai se dividir em: past simple, past continuous, past perfect e past perfect continuous, para que todos os acontecimentos passados sejam corretamente narrados, tenha a ordem cronológica ou seu tempo de duração seja o foco na frase.

Future (futuro)

Esse é o tempo verbal que vai nos ajudar a definir o que está para acontecer ou o que está por vir em frases e textos.

Esse acontecimento futuro pode ser algo que irá vir e se encerrar ou perdurar por tempo indeterminado, ou, algo que perdurará por um tempo mas tem previsão de fim.

O futuro em inglês vai se dividir em: future simple, future continuous, future perfect, future perfect continuous.

No entanto, esse último tempo verbal tem entre suas funções principais a de utilizar a idealização de coisas no presente que terão acontecido no futuro.

Verbos no passado em inglês

Na hora de conjugar os verbos no passado em inglês, muitas pessoas que estão aprendendo a língua se confundem ou acabam por achar que a tarefa pode ser mais difícil do que ela de fato é.

Utilizando as nossas listas de verbos em inglês, tanto dos regulares quanto dos irregulares, juntos nós vamos conjugar os verbos em inglês no passado em todos os tempos verbais que ele pode apresentar e nos três modos de conjugação: affirmative/ negative/ interrogative.

Comecemos com o exemplo do verbo regular “to watch” (assistir) na afirmativa. Observe com os sujeitos como ele se comporta ao ser conjugado no passado:

PAST SIMPLEPAST PERFECTPAST CONTINUOUSPAST PERFECT CONTINUOUS
IWATCHEDHAVE WATCHEDWAS WATCHINGHAVE BEEN WATCHING
YOU / WE / THEYWATCHEDHAVE WATCHEDWERE WATCHINGHAVE BEEN WATCHING
HE / SHE / ITWATCHEDHAS WATCHEDWAS WATCHINGHAS BEEN WATCHING

Esse mesmo verbo, na negativa, é conjugado dessa maneira:

PAST SIMPLEPAST PERFECTPAST CONTINUOUSPAST PERFECT CONTINUOUS
IDIDN’T WATCHHAVE NOT WATCHEDWAS NOT WATCHINGHAVE NOT  BEEN WATCHING
YOU / WE / THEYDIDN’T WATCHHAVE NOT WATCHEDWERE NOT WATCHINGHAVE NOT BEEN WATCHING
HE / SHE / ITDIDN’T WATCHHAS NOT WATCHEDWAS NOT WATCHINGHAS NOT BEEN WATCHING

E, na interrogativa, é assim que esse verbo será conjugado:

PAST SIMPLEDID I WATCH?DID (YOU/ WE / THEY) WATCH?DID (HE / SHE / IT) WATCH?
PAST PERFECTHAVE I WATCHED?HAVE (YOU/WE/THEY) WATCHED?HAS (HE/SHE/IT) WATCHED?
PAST CONTINUOUSWAS I WATCHINGWERE (YOU / WE / THEY) WATCHING?WAS (HE/SHE/IT) WATCHING?
PAST PERFECT CONTINUOUSHAVE I BEEN WATCHING?HAVE (YOU / WE / THEY) BEEN WATCHING?HAS (HE/ SHE/ IT) BEEN WATCHING?

Como a maioria das pessoas ao aprender inglês tem a tendência de achar que é mais fácil conjugar os verbos regulares que os irregulares no passado, vamos fazer o mesmo exercício usando um verbo irregular bastante comum agora: “to be” (ser, estar)

PAST SIMPLEPAST PERFECTPAST CONTINUOUSPAST PERFECT CONTINUOUS
IWASHAVE BEENWAS BEINGHAVE BEEN BEING
YOU / WE / THEYWEREHAVE BEENWERE BEINGHAVE BEEN BEING
HE / SHE / ITWASHAS BEENWAS BEINGHAS BEEN BEING

No modo verbal negativo e passado, o verbo “to be” é conjugado dessa maneira:

PAST SIMPLEPAST PERFECTPAST CONTINUOUSPAST PERFECT CONTINUOUS
IWAS NOTHAVE NOT BEENWAS NOT BEINGHAVE NOT  BEEN BEING
YOU / WE / THEYWERE NOTHAVE NOT BEENWERE NOT BEINGHAVE NOT BEEN BEING
HE / SHE / ITWAS NOTHAS NOT BEENWAS NOT BEINGHAS NOT BEEN BEING

Para finalizar, na interrogativa, é assim que esse verbo deverá ser conjugado:

PAST SIMPLEWAS I?WERE (YOU/ WE / THEY)?WAS (HE / SHE / IT)?
PAST PERFECTHAVE I BEEN?HAVE (YOU/WE/THEY) BEEN?HAS (HE/SHE/IT) BEEN?
PAST CONTINUOUSWAS I BEING?WERE (YOU / WE / THEY) BEING?WAS (HE/SHE/IT) BEING?
PAST PERFECT CONTINUOUSHAVE I BEEN BEING?HAVE (YOU / WE / THEY) BEEN BEING?HAS (HE/ SHE/ IT) BEEN BEING?

Conjugações verbais: pontos importantes

Existem algumas observações comuns a todos os tempos verbais de acordo com o modo verbal que podem ser observadas quando o aprendiz precisa conjugar os verbos em qualquer que seja o tempo:

  • No modo verbal simple, o verbo é utilizado sozinho junto a pessoa de acordo com o tempo em que se aplica na frase, se no presente ou no passado. Para o futuro, sempre estará acompanhado do “will” que é o verbo auxiliar indicativo desse tempo
  • No modo verbal continuous, todos os verbos principais se apresentam com o sufixo “ing”. Trazem também a necessidade do verbo “to be”para dar a ideia de continuidade da ação que esse modo verbal se propõe
  • No modo verbal perfect, o auxiliar have é sempre utilizado: sozinho no presente, em sua forma passada (had) e junto do auxiliar “will” para o futuro
  • E, no modo verbal perfect continuous o have se faz presente junto do verbo to be” em seu past participle. 

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Quando usar That ou This em inglês?

Quando usar “That” ou “This” em inglês acaba sendo uma dúvida bastante comum das pessoas que tentam iniciar o aprendizado do idioma.

São expressões bastante comuns da língua inglesa, e por isso, acabam tendo uma importância grande na comunicabilidade de língua. Mas, por serem simples acabam nem sempre tendo uma explicação bem aprofundada de como elas funcionam de fato.

Em realidade, “That” e “This” são o que chamamos em português de pronomes demonstrativos. E, na língua inglesa, os pronomes demonstrativos diferenciam-se um pouco da forma de aplicação que nós conhecemos em português, apesar de semanticamente guardarem a mesma finalidade.

Tanto em inglês quanto em português eles são as palavras que nos servem para indicar e demonstrar o substantivo a que se refere a frase antes mesmo de qualifica-lo.

Em português, os pronomes demonstrativos sofrem alteração em gênero, número e proximidade. No inglês, os pronomes demonstrativos sofrem alterações apenas em número e proximidade, sendo mais prática a determinação de quando utilizar-se de cada um deles de maneira acertada.

‘This’ e ‘That’: tradução

Enquanto pronomes demonstrativos, THIS e THAT tem, para o português as seguintes traduções:

ThisEste, esta, isto
ThatEsse, essa, isso, aquele, aquela, aquilo

E, cada um deles terá uma função própria que juntos passaremos a entender nos próximos tópicos.

THIS: qual a sua finalidade?

Sempre que você estiver diante da necessidade de demonstrar algo no singular e que esteja próximo de você, seja fisicamente ou seja temporalmente, THIS será o pronome demonstrativo a ser escolhido.

Observe em alguns exemplos como esse pronome é acertadamente utilizado em frases:

THIS skirt is so stylish. – Esta saia é tão estilosa;- THIS is so ugly. – Isto é tão feio.

– THIS shoe is so old-fashioned that looks like your grandfather’s. – Esse sapato é tão fora de moda que parece ser do seu avô.

– THIS weather is boiling hot. – Esse clima (referente à temperatura ambiente) está fervendo.

– THIS movie was my favorite during my entire childhood. – Esse filme foi meu favorito durante toda minha infância.

– THIS is the best gym in the city, I’m sure they’ll help me get in shape. – Essa é a melhor academia da cidade, eu tenho certeza que eles vão me ajudar entrar em forma.

Are you sure she’s going to change jobs THIS week? – Você tem certeza que ela vai mudar de trabalho esta semana?

– Have you ever tried THIS dessert before? – Você já experimentou essa sobremesa?

– THIS will happen over and over again ‘til you realize your relationship’s not a good choice for you. – Isto acontecerá repetidamente até você se tocar que seu relacionamento não é uma boa escolha pra você. (Tradução livre)

THAT: como e quando usar?

Também se utilizará de THAT o falante da língua inglesa que estiver diante de singularidade, porém, esta singularidade não estará próxima do interlocutor, seja em tempo ou seja em espaço.

Por isso, ele será o pronome demonstrativo escolhido quando a intenção for dizer, por exemplo:

– THAT choice was very hard to me. – Aquela escolha foi muito difícil pra mim

– I want a slice of THAT cake. Everybody says is so tasty. – Eu quero uma fatia daquele bolo, todo mundo diz que é muito saboroso.

– THAT is the most handsome guy I’ve ever met. – Aquele é o garoto mais bonito que eu já conheci.

– THAT pair of pants is very expensive. – Aquele par de calças é muito caro.

– I can’t stand THAT cousing of yours throwing herself at you. – Eu não suporto essa sua prima se jogando pra cima de você.

– It was hard to take that you’ve said THAT to me. – Foi difícil engolir que você disse aquilo comigo.

– Even a little child would understand THAT and you couldn’t. – Até uma criança pequena entenderia isso e você não.

– THAT boat costed a small fortune. – Aquele barco custou uma pequena fortuna.

– THAT girl was nobody less than the first love of his life. He was devastated when she was gone. – Aquele garota era ninguém menos que o primeiro amor da vida dele.

– THAT was not beautiful. – Ele ficou devastado quando ela foi embora. Aquilo não foi bonito

Plural de pronomes demonstrativos existem no inglês?

Diante dessa primeira explicação, deve ter surgido uma dúvida na sua mente se é possível aplicar os mesmos pronomes para substantivos plurais. E, a resposta será negativa.

Diferente do português, esses pronomes não admitem flexão de numeral. Como vimos, ambos são utilizados independente do gênero, mas, sempre para o singular de acordo com a proximidade (ou não) do que se fala.

Quando a intenção é falar sobre os mesmos substantivos, em número maior, você terá pronomes próprios no inglês para fazê-lo, que são:

TheseEstes, estas
ThoseEsses, essas, aqueles, aquelas

Vamos dar uma olhada em como eles são utilizados e para quê? Acompanhe nos próximos tópicos!

THESE: para que ele é utilizado?

A necessidade de usar THESE surgirá diante de algo que esteja próximo do interlocutor, seja em tempo ou em espaço, porém, guarde uma pluralidade que precise ser considerada no momento em que o interlocutor profere a frase.

Observe alguns exemplos de como isso acontece:

– THESE dishes won’t be washing itselves. – Esses pratos não vão se lavar sozinhos.

– THESE kids nowadays  have everything they want. – Essas crianças de hoje em dia têm tudo o que querem.

– THESE things you’re doing  will cost you your job. – Essas coisas que você está fazendo vão lhe custar seu emprego.

– Can I borrow THESE pants? – Eu posso pegar essas calças emprestadas?

– Where did your brother buy THESE clothes and with whose money? – Onde seu irmão comprou essas roupas e com o dinheiro de quem?

– Teach THESE children how to behave in public. – Ensine essas crianças como se comportar em público.

THOSE: como se dá sua utilização correta?

A necessidade de usar THOSE surge diante de pluralidade de sujeitos ou objetos e uma distância temporal ou física do interlocutor da frase.

Mulher apontando para algo
‘That’ é usado para expressar substantivos que estejam longe do interlocutor (Foto: depositphotos)

Ou seja, quando não guardar proximidade em tempo do acontecimento narrado, ou, quando a pessoa ou objeto esteja distante de quem fala a frase, esse será o pronome demonstrativo a ser utilizado, como em:

THOSE things you’ve planned went wrong like I’ve warned you about. – Aquelas coisas que você planejou deram errado como eu havia lhe avisado.

– THOSE boys are so stuck up. – Aqueles garotos são tão esnobes.

– Where are THOSE friends you used to go out with? – Onde estão aqueles amigos que você costumava sair?

–  Were THOSE rumors true? I remember they’ve done you harm.Aqueles rumores eram verdadeiros? – Eu lembro que eles te causaram bastante prejuízo.

 – Where are all THOSE designed clothes you’ve thought that were important? – Onde estão todos aquelas roupas de marca que você achou importantes?

– What else do you want me to say after all THOSE things? –  O que mais você quer que eu diga depois de todas aquelas coisas?

– THOSE girls are so smart. They’re kids but they behave like adults. – Aquelas meninas são tão espertas. São crianças mas se comportam como adultas.

– Why does she still wear THOSE terrible excuses? Everybody know she’s lying. – Por que ela ainda usa aquelas desculpas horrendas? Todos sabem que ela está mentindo.

Pronomes para substantivos incontáveis

Parece que as dúvidas reaparecem de acordo com o aprofundamento do conteúdo e o leque de opções que costuma surgir de acordo com o conhecimento que aos poucos se torna mais acessível. Mas, não é motivo de preocupação, ainda.

Em relação aos substantivos incontáveis você deve notar que, gramaticalmente, eles sempre serão considerados como singular.

Não importa a grandeza que eles tenham, nós nos referimos à ela em relação ao volume, ou à quantidade que nossos olhos conseguem captar. Mas sempre nos utilizando de estruturas singulares.

Logo, só importará na hora de escolher o pronome demonstrativo a proximidade física ou temporal que o substantivo guarde em relação ao interlocutor.

Veja alguns exemplos que te farão entender do que estou falando:

  • SUGAR (açúcar)

– All THAT sugar is doing you harm now. Todo aquele açúcar está te fazendo mal agora. 

– THIS is the sugar that I wanna put in the cake. – Esse é o açúcar que eu quero colocar no bolo.

  • MONEY (dinheiro)

– Do you need THIS money? – Você precisa deste dinheiro?

– THAT was all the money I had. – Aquele era todo o dinheiro que eu tinha

  • TIME (tempo)

– Are you sure it’s worth spending all THIS time working on this? – Tem certeza que vale a pena gastar todo esse tempo trabalhando nisso?

– Do you think it was worth spending all THAT time working on this? – Você acha que valeu a pena ter gasto todo aquele tempo trabalhando nisso?

Exemplos de diálogo

Veja, abaixo, alguns exemplos de diálogo que vão te ajudar a compreender melhor como o tema pode ser aplicado nas situações mais diversas do dia a dia:

Exemplo 01:

A – Have you ever seen that movie? – Você já leu aquele filme?

B – Which one? The curious case of Benjamin Burton? – Qual? O curioso caso de Benjamin Burton?

A – Exactly! This one. – Exatamente! Esse mesmo.

B – I’ve already seen this movie twice. It’s one of the bests Brad Pitt’s movies I’ve ever seen, and he’s really hot in this character. – Eu já vi esse filme duas vezes. É um dos melhores filmes do Brad Pitt que já vi, e ele está realmente gostoso nesse personagem.

Exemplo 02:

A – Is this your brother? – Esse é o seu irmão?

B – No, actually, this is my boyfriend. – Não, na verdade, esse é meu namorado.

A – Gee, I’m sorry. But it’s not my fault that he looks like your younger brother. – Nossa, me desculpe.  Mas não é minha culpa que ele pareça com seu irmão mais novo.

B – You’re right. It’s not your fault and neither your business.  – Você tem razão. Não é sua culpa e nem da sua conta.

Exemplo 03:

A – Will you wear this red dress on Friday’s party? – Você vai usar esse vestido vermelho na festa de sexta?

B – Actually, no. I’ve already worn this dress in two parties in a row. I need to buy a new one. – Na verdade, não. Eu já usei esse vestido em duas festas seguidas. Eu preciso comprar um novo.

A – So, can I borrow it? – Então, posso pegar ele emprestado?

B – Sure you can. – Claro que pode.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Verbos Irregulares em Inglês

Os verbos irregulares em inglês costumam criar uma confusão na hora do aprendizado. Isso porque, pelo próprio nome que carregam parecem uma exceção.

Mas na verdade, eles são tão simples como os demais. E precisam apenas de um pouco de prática para que sua utilização pareça tão natural como a dos verbos regulares em inglês.

Nesse texto você vai ter uma lista de verbos irregulares em inglês com suas traduções e uma lista de frases com verbos irregulares para que o estudo da matéria seja facilitada.

Assim, você não precisa mais quebrar a cabeça sobre como começar a praticar até ter um idioma bem próximo ao nativo.

O que são verbos irregulares em inglês?

Quando quem tenta aprender o inglês como segunda língua aprende os verbos regulares começa a achar que os irregulares serão complicados.

Lista de verbos irregulares
Os verbos irregulares em inglês costumam ter formas diferentes de acordo com o tempo verbal (Foto: depositphotos)

Por isso, cria-se a ideia de que esses termos terão que ser decorados, uma vez que não tem uma regra tão clara do que se acrescenta e do que se substitui. Já que eles variam em relação ao seu passado simples e seu particípio passado.

Temos alguns verbos irregulares que terão o mesmo passado simples e o mesmo particípio passado, como você pode notar no verbo:

TO LEAD (infinitivo) – LEAD (passado simples) – LEAD (particípio passado) = liderar, conduzir, comandar.

E, há outros que terão uma forma verbal no passado simples e outra diferente no particípio passado, que você pode notar em:

TO SPRING (infinitivo) – SPRANG (passando simples) – SPRUNG (particípio passado) = pular, saltar.

É somente a forma como eles devem ser utilizados e conjugados nos tempos passados que os diferencia dos verbos regulares e os tornam um verbo irregular.

Não há uma regra definida que possa ser decorada ou ensinada. Somente a prática (nunca o ímpeto em decorar todos eles num só dia, por favor) pode te fazer não errar quando o assunto for conjugar ou aplicar numa frase um verbo irregular.

Diferença entre verbos irregulares e regulares

Todos os verbos em inglês tem três formas verbais principais que são chamadas de INFINITIVE (infinitivo, para nós), PAST SIMPLE (passado simples) e PAST PARTICIPLE (particípio passado).

Um verbo se torna regular quando ele tem nas formas do passado simples e do particípio apenas o acréscimo de “D” ou de “ED” como você pode perceber nos verbos:

TO WATCH (infinitivo) – WATCHED (passado simples) – WATCHED (particípio passado) = Assistir.
TO BELIEVE (infinitivo) – BELIEVED (passado simples) – BELIEVED (particípio passado) = Acreditar.

Quanto aos verbos regulares, a maior complicação surge quando temos um verbo terminado em “y”. Pois, tornará necessário a troca dessa consoante pela vogal “i” e o “ed” seja adicionado logo após. Como você pode perceber aqui:

TO STUDY (infinitivo) – STUDIED (passado simples) – STUDIED (particípio passado) = Estudar.

Lista dos principais verbos irregulares em inglês com tradução

Observe os verbos irregulares que estão elencados nessa lista por ordem alfabética e seus respectivos modos de uso no past simple e no past participle.

Todos eles estão traduzidos em português ao final para que seu estudo seja facilitado e você tenha um amplo uso na língua inglesa:

INFINITIVEPAST SIMPLEPAST PARTICIPLETRADUÇÃO
To beWasBeenSer / Estar
To becomeBecameBecomeTornar-se
To beginBeganBegunComeçar
To biteBitBittenMorder / Roer
To breakBrokeBrokenQuebrar
To bringBroughtBroughtTrazer
To buildBuiltBuiltConstruir
To buyBoughtBoughtComprar
To catchCaughtCaughtPegar / Apanhar / Surpreender
To chooseChoseChosenEscolher
To comeCameComeVir / Chegar
To costCostCostCustar
To cutCutCutCortar
To doDidDoneFazer / Executar
To drawDrewDrownDesenhar
To drinkDrankDrunkBeber
To driveDroveDrivenDirigir
To eatAteEatenComer
To fallFellFallenCair
To feedFedFedAlimentar / Nutrir / Suprir / Sustentar
To feelFeltFeltSentir / Tocar / Apalpar / Notar
To fightFoughtFoughtLutar / Brigar / Disputar / Guerrear / Combater
To findFoundFoundAchar / Encontrar
To flyFlewFlownIr de avião (para) / Voar
To forbidForbadeForbiddenProibir / Impedir
To forgetForgotForgotEsquecer
To forgiveForgaveForgivenPerdoar
To getGotGot / GottenObter / Receber / Adquirir / Comprar / Ganhar / Atingir
To giveGaveGivenDar
To goWentGoneIr
To growGrewGrownCrescer
To hangHungHungPendurar / Suspender / Enforcar
To haveHadHadTer / Ter de /Possuir / Manter
To hearHeardHeardOuvir / Escutar
To hideHidHiddenEsconder
To hitHitHitAcertar / Bater em / Atingir / Chocar
To holdHeldHeldSegurar / Agarrar / Pegar
To hurtHurtHurtMachucar / Ferir
To keepKeptKeptManter / Guardar / Conservar / Continuar / Permanecer / Durar
To knowKnewKnownSaber / Conhecer / Compreender
To layLaidLaidDeitar / Estender
To leaveLeftLeftDeixar / Sair / Ir / Partir / Desistir / Abandonar
To lendLentLentEmprestar
To letLetLetDeixar / Permitir / Concordar
To lieLayLaynMentir / Enganar / Iludir
To lightLitLitAcender / Iluminar / Incendiar / Inflamar / Clarear
To loseLostLostPerder
To makeMadeMadeFazer / Criar / Fabricar
To meanMeantMeantSignificar
To meetMetMetEncontrar / Conhecer / Reunir-se com
To payPaidPaidPagar
To putPutPutColocar / Pôr / Expor
To readReadReadLer
To rideRodeRiddenCavalgar / Montar / Pilotar (motos, bicicletas)
To ringRangRungTocar / Soar / Telefonar
To runRanRunCorrer
To saySaidSaidDizer / Afirmar / Declarar / Alegar / Proferir
To seeSawSeenVer / Observar / Notar
To sellSoldSoldVender
To sendSentSentEnviar
To shakeShookShakenAgitar
To shineShoneShoneBrilhar
To showShowedShown / ShowedMostrar / Exibir / Indicar / Provar / Revelar
To shutShutShutFechar / Tapar / Obstruir / Encerrar
To singSangSungCantar
To sitSatSatSentar
To sleepSleptSleptDormir
To speakSpokeSpokenFalar / Dizer / Declarar / Conversar / Exprimir / Discursar
To spendSpentSpentGastar (dinheiro) / Passar (tempo) / Esgotar / Exaurir
To standStoodStoodFicar em pé / Aguentar / Levantar-se
To stealStoleStolenRoubar
To swimSwamSwumNadar
To takeTookTakenPegar / Tomar / Ocupar / Usar / Conduzir
To teachTaughtTaughtEnsinar
To tellToldToldContar / Dizer / Falar / Narrar / Informar / Comunicar / Avisar
To thinkThoughtThoughtPensar
To throwThrewThrownArremessar / Jogar / Atirar
To understandUnderstoodUnderstoodEntender
To wakeWokeWokenAcordar / Despertar
To wearWoreWornVestir / Usar / Consumir
To winWonWonGanhar
To writeWroteWrittenEscrever

Frases com verbos irregulares

Observe na lista abaixo algumas frases que trazem em sua composição verbos irregulares bastante utilizados na língua inglesa.

Aproveite para ver como é simples criar hipóteses utilizando esses verbos:

It’s the first time I’ve driven a carÉ a primeira vez que eu dirijo um carro.

She used to ride horses on her uncle’s farm when she was a kid.Ela costumava andar à cavalos na fazenda do tio quando era uma criança.

I’ve felt at ease with everybody at the party. – Eu me senti à vontade com todos na festa.

He’ll ring you up after the class.Ele vai te ligar depois da aula.

We met by chance at the mall. – Nos encontramos por acaso no shopping.

My brother’s studying to become a doctor, but I don’t believe he’ll be a good one. – Meu irmão está estudando para se tornar médico, mas eu não acho que ele será um dos bons.

Can you believe she had the nerve to come uninvited? – Você acredita que ela teve a cara de pau de vir sem ser convidada?

They were caught red handed on her mother’s bed. – Eles foram pegos no flagra na cama da mãe dela.

Do you rembember I’ve lent you some money last month? Could you pay me back?  – Você lembra que te emprestei dinheiro mês passado? Você poderia me pagar de volta?

– I couldn’t understand when he left without saying goodbye, but now I do… Eu não consegui entender quando ele saiu sem se despedir, mas agora eu consigo.

Todas as frases utilizadas acima foram cuidadosamente criadas com os verbos que estão elencados na lista do tópico anterior.

Verbos irregulares utilizados como verbos auxiliares

Os verbos chamados de auxiliares na língua inglesa cumprem a função de fazer com que os verbos principais nas orações passem as ideias que o interlocutor pretenda.

Portanto, eles podem ser verbos auxiliares que mudam o sentido da frase ou  verbos auxiliares que apenas complementam a ideia da mesma. Nesse último caso, esses verbos não possuem uma tradução.

Esses verbos que auxiliam que a frase possa ter o sentido sem que tenham significado direto dentro dela são: TO BE / TO DO / TO HAVE. E, coincidência ou não, os três são verbos irregulares na língua inglesa.

Observe agora seus usos enquanto verbos auxiliares:

Verbo To be como auxiliar

Quando ele é utilizado enquanto verbo auxiliar, geralmente cumpre duas funções: ou ele ajudará a formar a voz passiva nas frases, ou sua função será formar uma locução verbal. Observe como isso se dá:

– The repairs were made by my grandfather, he’s a very nice bricklayer. (Os reparos foram feitos pelo meu avô, ele é um ótimo pedreiro).

Nesse primeiro exemplo, o verbo “to be” serviu como instrumento formador da voz passiva.

– She was crying all night long because of her broke up. (Ela estava chorando a noite toda por causa de seu término).

Já nesse segundo uso, o verbo “to be” foi utilizado para montar a locução verbal que indica o estado da pessoa a quem a frase se refere.

Verbo To do como auxiliar

O verbo “TO DO” será utilizado como auxiliar tanto no SIMPLE PRESENT quanto no SIMPLE PAST. Assim, é possível formar frases negativas e interrogativas nesses tempos.

No entanto, vale ressaltar que ele não tem um significado por si só dentro das frases e conjugações que ele ajuda a alcançar. Observe os exemplos:

DID she buy? (Ela comprou?)

Comprar em inglês é “TO BUY”, logo, a presença de “DID” serve apenas para indicar o tempo passado e interrogativo na frase.

She DIDN’T buy. (Ela não comprou.)

Da mesma forma, o “DO” foi utilizado como auxiliar para deixar a frase no passado e na negativa, tendo em vista que não traz seu significado singular para as frases em que aparece.

– You DON’T like. (Você não gosta.)

“DON’T” é a forma abreviada de DO + NOT, que serve apenas para deixar clara a intenção negativa da frase no presente, não tendo o  verbo aqui qualquer outro significado além de auxiliar no tempo e modo verbal da frase.

– DO you like? (Você gosta?)

“TO LIKE”, em inglês, já tem o significado de gostar. A necessidade do “DO” nessa frase é apenas para montar o modo interrogativo no tempo presente. Sendo assim, ele não tem nenhum significado próprio dentro da frase a não ser adequá-la ao que o interlocutor queira dizer em inglês.

Verbo To have como auxiliar

Esse verbo vai auxiliar em todos os tempos compostos, também conhecido como PERFECT TENSES. Isso porque, eles precisam desse verbo auxiliar para deixar claro o tempo em que a frase se passa, seja na afirmativa, na negativa ou na interrogativa. Observe:

– You have finished this book. Você terminou esse livro.

– You haven’t finished this book. Você não terminou esse livro.

– Have you finished this book? Você terminou esse livro?

Essa seria a conjugação do verbo “TO FINISH” (terminar, finalizar – que é regular) no tempo chamado PRESENT PERFECT. Mas, todos os demais precisarão do “HAVE” para que possam cumprir sua função gramatical.

Rapaz estudando
A melhor forma de aprender os verbos irregulares é praticando (Foto: depositphotos)

Fórmulas dos tempos verbais em inglês

A fórmula do PRESENT PERFECT (para a afirmativa)  é:

SUJEITO + HAVE + PAST PARTICIPLE DO VERBO PRINCIPAL

No PRESENT PERFECT CONTINUOUS (para afirmativa) teremos:

SUJEITO + HAVE + PAST PARTICIPLE DO VERBO TO BE (been) + INFINITIVO DO VERBO PRINCIPAL SEM O TO E COM ING.

No PAST PERFECT (para a afirmativa) teremos:

SUJEITO + HAD + PAST PARTICIPLE DO VERBO PRINCIPAL.

No PAST PERFECT CONTINUOUS (para afirmativa) teremos:

SUJEITO + HAD + PAST PARTICIPLE DO VERBO TO BE (been) + VERBO PRINCIPAL NO INFINITIVO SEM O TO E COM ING.

No FUTURE PERFECT (para a afirmativa) teremos:

SUJEITO + WILL + HAVE + PAST PARTICIPLE DO VERBO PRINCIPAL.

No FUTURE PERFECT CONTINUOUS (para a afirmativa) teremos:

SUJEITO + WILL + HAVE + PAST PARTICIPLE DO VERBO TO BE (been) + VERBO PRINCIPAL NO INFINITIO SEM O TO E COM ING.

Assim sendo, como você pode observar, todos os tempos compostos precisarão do “HAVE” em algum de seus tempos, para que suas conjugações possam ser corretamente executadas.

Observação importante quanto ao ‘PAST PARTICPLE’

Lembre-se que você sempre precisará utilizar-se do PAST PARTICIPLE quando estiver diante de algum tempo verbal do modo ‘’PERFECT”.

Em regra, todos eles são conjugados com base no PAST PARTICIPLE dos verbos principais a serem utilizados para as frases e textos que se tende a construir.

Porém, entre eles também temos o tempo que se chama PERFECT CONTINUOUS.

Nesse caso, o verbo principal virá em sua forma infinitiva acrescida de ING. Isso porque, o verbo que estará no PAST PARTICIPLE para que as frases possam ser montadas será o TO BE, na forma de BEEN.

Veja exemplos destas duas formas de aplicação, para que a compreensão fique mais fácil.

Os tempos chamados de PERFECT são:

– Present Perfect

Observe no exemplo abaixo como o verbo irregular “TO KNOW” pode ser utilizado numa frase afirmativa neste tempo:

I’ve known his intentions before he started speaking.  (Eu soube das intenções dele mesmo antes dele começar a falar.)

– Present Perfect Continuous

Observe no exemplo abaixo como o verbo “TO SLEEP” pode ser utilizado numa frase negativa nesse tempo:

– I haven’t been sleeping these past two weeks.  (Eu não tenho dormido nessas últimas duas semanas.)

– Past Perfect

Observe no exemplo abaixo como o verbo “TO SEE” pode ser utilizado numa frase interrogativa nesse tempo:

– Had he seen his grandma before she passed away? (Ele tinha visto a avó antes dela morrer?)

– Past Perfect Continuous

Observe uma possível resposta à pergunta da questão anterior utilizando-se do tempo verbal em análise:

– Of course! Although they spent more years than they should without speaking, he had been seeing her every other weekend in the hospital. (Claro! Embora eles tenham passado mais anos do que deviam sem se falar, ele a tinha visto fim de semana sim, fim de semana não no hospital.)

– Future Perfect

Observe como o verbo irregular “TO PAY” pode ser utilizado em uma frase afirmativa nesse tempo em análise:

– We will have paid you before you come back from your trip. (Nós o teremos pago antes que você volte de viagem.)

– Future Perfect Continuous

Observe em um exemplo afirmativo como o verbo “TO TELL” pode ser usado nesse tempo verbal em análise:

 – I will have been telling everybody I know how proud I am to have raised you as good man. (Eu estarei dizendo a todos os que eu conheço o quão orgulhoso eu sou de ter lhe criado como um bom homem.)

Outros verbos irregulares em inglês e suas traduções

Além dos verbos irregulares que são mais usados em inglês, você pode aumentar o seu vocabulário na língua e concluir seu entendimento sobre a matéria observando os verbos abaixo.

Esses são os demais verbos irregulares da língua com suas respectivas traduções, organizados, também, em ordem alfabética:

INFINITIVEPAST SIMPLEPAST PARTICIPLETRADUÇÃO
To beatBeatBeatenDerrotar
To bendBentBentDobrar / Curvar-se
To betBetBetApostar
To blowBlewBlownExplodir / Soprar / Assoprar / Bufar
To broadcastBroadcastBroadcastTransmitir / Difundir
To burstBurstBurstEstourar
To creepCreeptCreeptAssustar / Rastejar / Engatinhar
To dealDealtDealtLidar / Tratar / Negociar
To digDugDugCavar
To fleeFledFledFugir / Evitar / Abandonar
To freezeFrozeFrozenCongelar / Refrigerar / Solidificar
To kneelKneltKneltAjoelhar
To leadLedLedComandar / Conduzir / Chefear
To riseRoseRisenSubir / Aumentar / Emergir / Ascender-se
To seekSoughtSoughtBuscar / Procurar
To setSetSetPôr / Estabelecer / Regular
To sewSewedSewn / SewedCosturar
To shootShotShotAtirar / Lançar / Filmar / Fotogravar
To shrinkShrankShrunkEncolher / Diminuir
To sinkSankSunkAfundar / Mergulhar
To slideSlidSlidDeslizar / Escorregar
To spitSpatSpatCuspir / Expectorar / Escarrar
To splitSplitSplitDividir / Rachar
To spreadSpeadSpreadEspalhar / Divulgar
To springSprangSprungSaltar / Pular
To stickStuckStuckFicar / Colar / Cravar / Enfiar / Meter
To stingStungStungPicar / Ferroar / Arder / Doer
To stinkStankStunkFeder
To strikeStruckStruckAtacar
To swearSworeSwornJurar
To sweepSweptSweptVarrer
To swingSwungSwungBalançar / Oscilar / Virar
To tearToreTornRasgar / Romper / Dilacerar
To weepWeptWeptChorar / Lacrimejar

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Colors: Cores em inglês

As cores em inglês complementam os assuntos mais simples da língua inglesa. Por isso, é comum que as crianças tenham contato com esse conteúdo desde muito cedo.

No países que têm o inglês como língua oficial, principalmente Estados Unidos e Canadá, onde o programa fez mais sucesso, as crianças aprenderam sobre as cores em inglês cantando os versos de Barney & Friends: ”I like red it’s the color of an apple / Orange it’s the color of an Orange / Yellow it’s a lemon and a beautiful sun sun sun” (Em uma tradução livre: “Eu gosto de vermelho, é a cor de uma maçã / Laranja é a cor de uma laranja / Amarelo é a cor do limão e um lindo sol, sol, sol”)

Devido à identificação nas fases da primeira infância, as cores são sempre os assuntos preferidos nas pré-escolas e nas séries iniciais, tanto nas aulas de arte como nas de língua.

Isso porque, o universo infantil historicamente é cercado de elementos coloridos. E, numa visão pedagógica, tudo que tem cor e movimento tende à prender a atenção das crianças nos primeiros momentos.

Porém, não é só no aprendizado infantil que esse assunto se faz importante. Dominar o conteúdo pode ser essencial no momento de fazer compras em viagens ao exterior onde provavelmente você pode precisar dizer coisas como: “você tem a peça vermelha em um tamanho maior?”.

Ou mesmo, no momento de comprar seu carro importado no exterior, você pode precisar dizer: “Eu prefiro o modelo amarelo”.

Além de algumas expressões linguísticas que podem facilitar a comunicação e envolvem as cores em inglês. Então, vamos adentrar esse universo lúdico juntos e aumentar ainda mais sua compreensão acerca do tema?

Lista de cores em inglês

Abaixo você terá organizada uma lista com cores em inglês e suas traduções para o português. Confira!

Cores do arco-íris
Além das cores, você também pode falar suas tonalidades (Foto: depositphotos)

White – Branco
Beige – Bege
Black – Preto
Brown / Maroon – Marrom
Red – Vermelho
Yellow – Amarelo
Blue – Azul
Green – Verde
Orange – Laranja
Pink – Rosa
Gray – Cinza
Lilac – Lilás
Purple – Roxo
Magenta – Magenta
Violet – Violeta
Gold – Dourado
Silver – Prateado
Tan – Bronze

Tonalidades de cores

Ao longo da vida nós colecionamos informações aceca das cores que nos ajudam a identificar suas tonalidades.

Em diversas carreiras, em áreas como design e arquitetura, saber como identificar, sugerir e falar sobre as diversas tonalidades que as cores podem apresentar, pode ser bastante útil aos profissionais da área.

As vezes, esse tipo de aprofundamento exige alguma pesquisa, pois, em português diversas tonalidades têm nomes próprios.

Sendo assim, essas tonalidades em inglês podem ser identificadas como nos exemplos abaixo sobre alguns tons de azul:

Baby Blue – Azul bebê
Aquamarine – Azul piscina
Cerulean – Azul cerúleo
Cobalt Blue – Azul cobalto
Navy Blue – Azul marinho
Cyan – Ciano
Sapphire – Azul Safira
Turquoise – Azul Turquesa
Teal – Azul Petróleo

E, acontece também com diversas outras tonalidades de cores como em:

Carmine – Carmim
Olive – Verde Oliva
Peach – Pêssego
Salmon – Salmão
Scarlet – Laranja Escarlate
Lavender – Lavanda
Lime – Verde limão
Cherry – Rosa cereja

Com um pouco de pesquisa direcionada você consegue descobrir diversos nomes próprios de tonalidades se esse for o seu foco.

Isso se sua profissão ou a sua necessidade comunicativa englobar nomes técnicos das cores que você almeja referir-se.

Porém, de um modo geral, quando sua necessidade for apenas dizer que quer uma tonalidade mais clara de determinada cor, você poderá acrescentar a palavra LIGHT antes da cor à qual pretende se referir.

Assim, criando uma collocation que te ajudará a nomear aquela tonalidade de acordo com sua intenção, observe:

Light Blue – Azul Claro
Light Green – Verde Claro
Light Orange – Laranja Claro

Já se sua intenção for referir-se à uma tonalidade mais escura de determinada cor, você poderá utilizar a palavra DARK para criar a collocation, como acontece com:

Dark Gray – Cinza escuro
Dark Pink – Rosa escuro
Dark Yellow – Amarelo escuro

Sufixo ISH em cores: como funciona essa formação de palavra?

Muitas vezes sentimos a necessidade de comunicar em palavras cores que para nossa visão ou percepção não parecem bem determinadas. E o sufixo ISH vai te ajudar a referir-se à essas cores, caso você necessite.

Quantas vezes não falamos que ao lavar roupas de cor junto à roupas brancas numa máquina de lavar as peças ficaram “avermelhadas”?

Ou, nos referimos aos olhos de alguém como “azulados” ou “esverdeados”, por não termos certeza da cor?

É exatamente para isso que esse sufixo vai servir, observe como utilizá-lo:

Redish – Avermelhado
Bluish – Azulado
Greenish – Esverdeado
Purpleish – Arroxeado
Pinkish – Rosado
Yellowish – Amarelado

Olho esverdeado
O sufixo ISH pode ser usado para falar sobre cor dos olhos (Foto: depositphotos)

E, o uso é mais comum e simples do que você imagina, como você pode observar na aplicação de algumas frases exemplificativas:

Her hair was kind of yellowish, I’m not sure if it was a good idea dying it again – O cabelo dela estava meio amarelado, eu não tenho certeza se foi uma boa ideia tingi-lo novamente.

I need to change the color of my office, and I’m think about painting it bluish – Eu estou pensando em mudar a cor do meu escritório, e eu estou pensando em pintá-lo azulado.

The witness was not sure about what color was the burglar’s eyes, he said they looked like blueish or greenish – A testemunha não tinha certeza sobre a cor que tinham os olhos do assaltante, ele disse que eles pareciam azulados ou esverdeados.

Exemplos de diálogos

Diversos diálogos acerca das cores podem ser importantes para a melhor compreensão e prática acerca do tema.

Observe alguns dos exemplos mais comuns em que as pessoas precisam se referir às cores quando estão se comunicando:

Exemplo 01:

A – Look at that dress in the window over there. – Olhe aquele vestido na vitrine logo ali.

B – Which one? – Qual deles?

A – The red one. – O vermelho.

Exemplo 02:

A – Good afternoom, Ms. Can I help you? – Boa tarde, Sra. Posso ajudar-lhe?

B – Sure! I really liked the red dress in the window, can I try it on, please? – Claro! Eu realmente gostei do vestido vermelho da vitrine, posso experimentá-lo, por favor?

A – Of course, what’s your size, please? – Claro, qual seu tamanho, por favor?

B – Small. – P.

A – I’m sorry, we don’t have the red one on a small size. But I have the same dress in navy blue on your size. Would you like to try? – Desculpe, não temos o vermelho em tamanho P. Mas, eu tenho o mesmo vestido azul marinho no seu tamanho. Você gostaria de experimentar?

B – No, thanks. I was only interested on the red one. – Não, obrigado. Eu só estava interessada no vermelho.

Exemplo 03:

A – Hello, Sir. Are you taking the black BMW you tested yesterday? – Olá, Senhor. Você vai levar a BMW preta que experimentou ontem?

B – Maybe I’ll take it as a gift for my son, but he asked me to buy it on white. Do you guys have it with leather seats? – Talvez eu leve como presente para meu filho, mas ele me pediu que comprasse branca. Vocês tem com bancos de couro?

A – Of couse we have it. You’re making an excellent deal buying it with us. – Claro que temos. Você está fazendo um ótimo negócio comprando conosco.

Expressões comuns

É bastante comum que nós nos deparemos com algumas expressões em inglês que envolvam cores e que tenham significados comunicativos próprios.

Por exemplo, a cor GREEN está associada à diversas expressões relacionadas à ecologia, sustentabilidade. Como você pode conferir algumas abaixo e aprimorar seus conhecimentos acerca do tema:

Green tourism – Turismo ecológico
Green energy – Energia com impacto reduzido à natureza
Green paper – Papel reciclado

Porém, existem algumas collocations com a palavra GREEN que não vão estar associadas à ecologia. E sim, à coisas comuns, cotidianas. Como por exemplo:

Green apple – Maçã verde
Green light – Semáforo verde

Ainda associado à cor verde, temos a expressão linguística: TO BE GREEN. Que, em inglês, vai significar: estar/ser imaturo, inexperiente. E você pode ver aplicada em frases como:

I think he’s green as a lawyer to have his own office, but, I’m rooting it works fine. – Eu acho que ele é inexperiente como advogado pra ter o próprio escritório, mas, estou torcendo que dê certo.

Your boyfriend is not green, is childish. – Seu namorado não é imaturo, é infantil.

Em diversas situações nós nos referimos aos olhos de quem acaba de chorar em português como “vermelhos e inchados”. Em inglês a expressão também vai existir e se chamará “red and puffy”.

Observe ela sendo usada no diálogo abaixo:

A – What’ve happened to you? – O que houve com você?

B – What do you mean with that? I’m fine. – O que você quer dizer com isso? Estou bem.

A – You’re not making a fool of me. Your voice is shaking and your eyes are red and puffy. Talk to me, let me help you. – Você não me engana. Sua voz está trêmula e seus olhos estão vermelhos e inchados. Converse comigo, me deixe te ajudar.

Porém, também nos referimos à nossa pele estar “vermelha e inchada” quando temos machucados, feridas ou hematomas.

Nesse caso, em inglês nós diremos que aquela camada de pele está: “red and swollen”. Observe ela sendo usada no diálogo abaixo:

A – I think you should see a doctor, your leg is red and swollen. – Eu acho que você deveria ir ao médico, sua perna está vermelha e inchada.

B – I really can’t move. Can you call the emergency? – Eu não consigo me mexer. Você pode ligar pra emergência?

A – Of course, keep yourself quiet ‘til they come. – Claro, mantenha-se quieto até eles chegarem.

Ainda que as duas expressões signifiquem para nós a mesma coisa, você poderá dar significados diferentes de acordo com a expressão que você use.

Por exemplo:

Se você diz: “Your eyes are red and puffy”, a pessoa que ouve vai entender que apresenta um inchaço nos olhos parecido à choro, à uma crise alérgica ou mesmo uma leve conjuntivite que a faz lacrimejar.

Já se você diz: “Your eyes are red and swollen”, a pessoa que ouve vai entender que apresenta hematomas nos olhos como de um soco desferido contra o rosto, uma pancada ocasionada por um acidente e alguns outros derivados.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Saudações em inglês

Saudações em inglês são ferramentas bastante poderosas de comunicação. Isso porque, unem estruturas mais complexas com estruturas mais simples dentro de um mesmo conteúdo.

Uma mesma intenção pode ser dita com facilidade em uma estrutura linguística mais simples ou mesmo mais avançada. E isso acaba sendo um ótimo exercício para o aprendiz tanto do inglês britânico quanto do inglês americano.

Mesmo que no fundo, esses tipos sejam a mesma língua aplicada de maneira um pouco diferenciada em alguns contextos.

Saudações básicas em inglês

Os cumprimentos em inglês mais básicos que são mais comumente apreendidos e difundidos no ensino da língua são:

Hi – Oi/Olá
Hello – Oi/Olá
Nice to meet you – Prazer em conhece-lo (a).
Nice to meet you too. – O prazer é todo meu.
How are you? – Como vai você?
How is your live? – Como vai sua vida?
What are you doing? – O que você está fazendo?

Essas são as formas mais comuns e mais facilmente compreendidas de se cumprimentar alguém e ter uma conversa rápida com a pessoa.

Cumprimentos em inglês e a formalidade

Ao  passo que o seu nível linguístico evolui, é preciso que você pense em maneiras mais elaboradas de falar as coisas mais simples.

Imagine-se em um jantar de trabalho com representantes internacionais onde você tem a intenção de apresentar duas pessoas, pense na seguinte frase: “Você quer conhecer o Bruno?”.

Em inglês, num primeiro momento, você poderia querer pronunciá-la da seguinte forma: “Do you want to meet Bruno?”.

Mas, em situações formais, é preferível que para essa mesma semântica você se utilize das seguintes estruturas:

Let me introduce you (to Bruno). – Deixe eu lhe apresentar  (ao Bruno).

Have you already met (Bruno)? Let me introduce you to him… – Você já conheceu (o Bruno?) Deixe eu lhe apresentar a ele…

I’d like you to meet (Bruno) – Eu gostaria que você conhecesse (o Bruno)

Nessa situação, quando você está utilizando-se de “I’d” é a forma contraída de “I would”, que junto do verbo TO LIKE (gostar), transforma-se em: eu gostaria.

Se a situação exigir uma desenvoltura maior da língua, porém não for uma situação tão formal, você não precisará da estrutura “I’D LIKE” como por exemplo em: I want you to meet my parents.Eu quero que você conheça os meus pais.

Frases cotidianas mais formais

Existem várias expressões em inglês que deixam mais formais e demonstram uma maior polidez do idioma, como em frases cotidianas, tendo como exemplo o “tudo bom?”.

Observe algumas dessas frases que trazem o inglês mais provável de ser ouvido e entendido nas ruas e pelas pessoas que você precise se comunicar:

Hey, how is it going? – Como vai? Tudo bem?

Geralmente, esse HOW IS vai vir na forma contraída HOW’S. Então, esteja preparado para as aglutinações idiomáticas no momento em que esse cumprimento for expresso.

Ele cai bem tanto para situações mais cotidianas em que você encontra alguém pelo caminho e precisa fazer um ‘’small talk” (cumprimentar e sair), quanto em situações formais em que você precise iniciar conversas, desde que já conheça com quem fala.

How have you been? – Como tem passado?

É uma forma mais polida e mais avançada do normalmente ensinado “how are you?”.

Também demonstra mais conforto do falante quando por ele a expressão é utilizada e faz com que quem ouve crie a ideia de que o interesse vai além do: “I’m fine, thanks”.

Isso porque, a expressão ultrapassa a ideia de que a gente pergunta algumas coisas apenas por educação. Inclusive, é bastante comum que o HOW HAVE seja proferido como HOW’VE.

Long time, no see. How have you been up to? – Quanto tempo não te vejo. O que você tem feito?

É bastante utilizado em situações mais formais onde as pessoas já se conhecem e não se veem a algum tempo.

É uma pergunta que abre espaço para o “catch up” (uma conversa para colocar o papo em dia). Também é bastante comum que na hora de perguntar o HOW’VE seja a contração utilizada nesse caso.

Cumprimentar em inglês: o verbo existe?

Há, em inglês, duas estruturas verbais que vão passar para os nativos a mesma ideia que o verbo cumprimentar tem para nós falantes nativos do português. As estruturas em questão são:

TO SAY HI TO (SOMEONE) e TO SAY HELLO TO (SOMEONE).

Toda a ideia de cumprimentos passa pelas estruturas básicas que foram citadas no começo do texto, por isso que é bastante comum que o “SAY HI” ou “SAY HELLO” passe a ideia de: “cumprimente”, “diga oi”, quando aplicado em frases diversas. Como:

Wait for me here. Let me just say hi to those two friends of mine over there. – Me espere aqui. Deixa só eu cumprimentar aquelas duas amigas minhas logo ali.

Have you already said hello to our guests, dear? – Você já cumprimentou nossos convidados, querido?

It’s not polite lock yourself in your room not to say hi to our parents that came for dinner, I taught you better than this. – Não é educado trancar-se em seu quarto para não cumprimentar nossos parentes que vieram jantar, eu te eduquei melhor que isso.

I’ve already said hello to all the guests at this reception. Now, I want to take off my shoes and enjoy my wedding party a little. – Eu já cumprimentei todos os convidados nessa recepção. Agora, eu quero tirar meus sapatos e aproveitar minha festa de casamento um pouco.

Cumprimentos em inglês na hora de escrever e-mails de trabalho

Surge bastante dúvida nos aprendizes da língua sobre como é a forma mais adequada de iniciar e-mails de trabalho em inglês. Se há ou não cumprimentos que tornem a comunicação mais polida.

Portanto, há aqui algumas sugestões de como você pode iniciar comunicações profissionais sem soar exagerado ou mal educado.

A palavra em inglês “DEAR” que em muitos contextos íntimos pode significar: querido (a), amor, dentre outros adjetivos que possam ser utilizados entre casais. Para comunicações formais tem em inglês a conotação de “CARO (A)”.

Observe alguns exemplos de como comunicações formais que podem ser realizadas:

“Dear (Mr. Wayne), I would like to take the oportunity to thank you for your remarks in your communication with us…” . Em português a estrutura traduzir-se-ia como: “Caro (Sr. Wayne), gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecê-lo por suas observações em sua comunicação conosco…”

Caso não seja necessário uma ‘’proximidade’’ com a pessoa que você pretende comunicar-se profissionalmente, seja pelo perfil da empresa, seja pela ausência de proximidade com quem irá receber a comunicação escrita, você pode optar apenas pelo sobrenome e Mr./Mrs./Mss., em sua comunicação. Como:

“(Mr. Wayne), we were informed about your complaints, and I’d like to offer you…”. Numa tradução livre para o português isso poderia ser entendido como: “(Sr. Wayne), fomos informados sobre suas reclamações, e gostaria de oferecer-lhe…”.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.