Saudações em inglês

Saudações em inglês são ferramentas bastante poderosas de comunicação. Isso porque, unem estruturas mais complexas com estruturas mais simples dentro de um mesmo conteúdo.

Uma mesma intenção pode ser dita com facilidade em uma estrutura linguística mais simples ou mesmo mais avançada. E isso acaba sendo um ótimo exercício para o aprendiz tanto do inglês britânico quanto do inglês americano.

Mesmo que no fundo, esses tipos sejam a mesma língua aplicada de maneira um pouco diferenciada em alguns contextos.

Saudações básicas em inglês

Os cumprimentos em inglês mais básicos que são mais comumente apreendidos e difundidos no ensino da língua são:

Hi – Oi/Olá
Hello – Oi/Olá
Nice to meet you – Prazer em conhece-lo (a).
Nice to meet you too. – O prazer é todo meu.
How are you? – Como vai você?
How is your live? – Como vai sua vida?
What are you doing? – O que você está fazendo?

Essas são as formas mais comuns e mais facilmente compreendidas de se cumprimentar alguém e ter uma conversa rápida com a pessoa.

Cumprimentos em inglês e a formalidade

Ao  passo que o seu nível linguístico evolui, é preciso que você pense em maneiras mais elaboradas de falar as coisas mais simples.

Imagine-se em um jantar de trabalho com representantes internacionais onde você tem a intenção de apresentar duas pessoas, pense na seguinte frase: “Você quer conhecer o Bruno?”.

Em inglês, num primeiro momento, você poderia querer pronunciá-la da seguinte forma: “Do you want to meet Bruno?”.

Mas, em situações formais, é preferível que para essa mesma semântica você se utilize das seguintes estruturas:

Let me introduce you (to Bruno). – Deixe eu lhe apresentar  (ao Bruno).

Have you already met (Bruno)? Let me introduce you to him… – Você já conheceu (o Bruno?) Deixe eu lhe apresentar a ele…

I’d like you to meet (Bruno) – Eu gostaria que você conhecesse (o Bruno)

Nessa situação, quando você está utilizando-se de “I’d” é a forma contraída de “I would”, que junto do verbo TO LIKE (gostar), transforma-se em: eu gostaria.

Se a situação exigir uma desenvoltura maior da língua, porém não for uma situação tão formal, você não precisará da estrutura “I’D LIKE” como por exemplo em: I want you to meet my parents.Eu quero que você conheça os meus pais.

Frases cotidianas mais formais

Existem várias expressões em inglês que deixam mais formais e demonstram uma maior polidez do idioma, como em frases cotidianas, tendo como exemplo o “tudo bom?”.

Observe algumas dessas frases que trazem o inglês mais provável de ser ouvido e entendido nas ruas e pelas pessoas que você precise se comunicar:

Hey, how is it going? – Como vai? Tudo bem?

Geralmente, esse HOW IS vai vir na forma contraída HOW’S. Então, esteja preparado para as aglutinações idiomáticas no momento em que esse cumprimento for expresso.

Ele cai bem tanto para situações mais cotidianas em que você encontra alguém pelo caminho e precisa fazer um ‘’small talk” (cumprimentar e sair), quanto em situações formais em que você precise iniciar conversas, desde que já conheça com quem fala.

How have you been? – Como tem passado?

É uma forma mais polida e mais avançada do normalmente ensinado “how are you?”.

Também demonstra mais conforto do falante quando por ele a expressão é utilizada e faz com que quem ouve crie a ideia de que o interesse vai além do: “I’m fine, thanks”.

Isso porque, a expressão ultrapassa a ideia de que a gente pergunta algumas coisas apenas por educação. Inclusive, é bastante comum que o HOW HAVE seja proferido como HOW’VE.

Long time, no see. How have you been up to? – Quanto tempo não te vejo. O que você tem feito?

É bastante utilizado em situações mais formais onde as pessoas já se conhecem e não se veem a algum tempo.

É uma pergunta que abre espaço para o “catch up” (uma conversa para colocar o papo em dia). Também é bastante comum que na hora de perguntar o HOW’VE seja a contração utilizada nesse caso.

Cumprimentar em inglês: o verbo existe?

Há, em inglês, duas estruturas verbais que vão passar para os nativos a mesma ideia que o verbo cumprimentar tem para nós falantes nativos do português. As estruturas em questão são:

TO SAY HI TO (SOMEONE) e TO SAY HELLO TO (SOMEONE).

Toda a ideia de cumprimentos passa pelas estruturas básicas que foram citadas no começo do texto, por isso que é bastante comum que o “SAY HI” ou “SAY HELLO” passe a ideia de: “cumprimente”, “diga oi”, quando aplicado em frases diversas. Como:

Wait for me here. Let me just say hi to those two friends of mine over there. – Me espere aqui. Deixa só eu cumprimentar aquelas duas amigas minhas logo ali.

Have you already said hello to our guests, dear? – Você já cumprimentou nossos convidados, querido?

It’s not polite lock yourself in your room not to say hi to our parents that came for dinner, I taught you better than this. – Não é educado trancar-se em seu quarto para não cumprimentar nossos parentes que vieram jantar, eu te eduquei melhor que isso.

I’ve already said hello to all the guests at this reception. Now, I want to take off my shoes and enjoy my wedding party a little. – Eu já cumprimentei todos os convidados nessa recepção. Agora, eu quero tirar meus sapatos e aproveitar minha festa de casamento um pouco.

Cumprimentos em inglês na hora de escrever e-mails de trabalho

Surge bastante dúvida nos aprendizes da língua sobre como é a forma mais adequada de iniciar e-mails de trabalho em inglês. Se há ou não cumprimentos que tornem a comunicação mais polida.

Portanto, há aqui algumas sugestões de como você pode iniciar comunicações profissionais sem soar exagerado ou mal educado.

A palavra em inglês “DEAR” que em muitos contextos íntimos pode significar: querido (a), amor, dentre outros adjetivos que possam ser utilizados entre casais. Para comunicações formais tem em inglês a conotação de “CARO (A)”.

Observe alguns exemplos de como comunicações formais que podem ser realizadas:

“Dear (Mr. Wayne), I would like to take the oportunity to thank you for your remarks in your communication with us…” . Em português a estrutura traduzir-se-ia como: “Caro (Sr. Wayne), gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecê-lo por suas observações em sua comunicação conosco…”

Caso não seja necessário uma ‘’proximidade’’ com a pessoa que você pretende comunicar-se profissionalmente, seja pelo perfil da empresa, seja pela ausência de proximidade com quem irá receber a comunicação escrita, você pode optar apenas pelo sobrenome e Mr./Mrs./Mss., em sua comunicação. Como:

“(Mr. Wayne), we were informed about your complaints, and I’d like to offer you…”. Numa tradução livre para o português isso poderia ser entendido como: “(Sr. Wayne), fomos informados sobre suas reclamações, e gostaria de oferecer-lhe…”.

*Júnior Sousa é professor de língua inglesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *